Home Destaque Sem Foto R$ 78 milhões | Repactuação garante investimento histórico em saneamento de PVA
fullhome_2
fullhome_1

R$ 78 milhões | Repactuação garante investimento histórico em saneamento de PVA


| Fonte: Da Redação NMT
A nova concessão, bem como seus investimentos, tem um prazo total de execução de 20 anos...

O termo de repactuação assinado recentemente pelo prefeito Leonardo Bortolin (MDB) e a concessionária “Águas de Primavera”, responsável pelas redes de água e esgoto de Primavera do Leste, garantem um investimento histórico de R$ 78 milhões em saneamento básico na cidade.

A solenidade que selou o novo acordo ocorreu no fim de março na sede do Ministério Público Estadual – MPE, que intermediou a questão por meio de Um Termo de Ajustamento de Conduta – TAC. O prefeito não escondeu a satisfação em poder expandir o esgoto da cidade e solucionar problemas crônicos do setor.

“A partir dessa assinatura, nós anunciamos o esgoto do bairro Castelândia, passando pelo Gnoato, Cohab Tancredo neves, até o São José e Feliz Natal. Podemos olhar para a população e dizer: tivemos coragem de enfrentar o problema, retirar a lagoa de tratamento de onde está e construir uma tecnológica”, citou o prefeito, que projeta ainda mais aceleração no ritmo de desenvolvimento do município.

“Vamos poder olhar para os loteadores e dizer: podem abrir novos lotes, porque agora vamos ter condição de tratar esgoto e principalmente abastecer água. Aliás, isso nos permite dar ao povo, pelo menos nas próximas duas décadas, a certeza e a paz de saber que não faltará água”, comemorou Léo.

A nova concessão, bem como seus investimentos, tem um prazo total de execução de 20 anos. A previsão, porém, é que em curto prazo, nos próximos dois anos, a cidade consiga expandir ainda mais os 70% de cobertura hoje já existente na zona urbana em relação a cobertura de rede de esgoto. Quanto a rede de água, 100% da cidade é abastecida.

O presidente do “Águas de Primavera”, André Bicca Machado, adianta que já nos próximos meses haverá importantes avanços. “Em até 12 meses, nós temos que entregar as redes de água e esgoto no Distrito Industrial 4, temos que fazer esta primeira etapa de captação no Córrego dos Bois, o projeto social das 60 residências, dar andamento a todas as obras da mudança da estação de tratamento de esgoto e a partir do ano que vem iniciar as obras de esgotamento sanitário no Castelândia 1”, detalhou.

A execução dos projetos será acompanhada pela Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Barra do Garças, a AGER Barra. O secretário de meio ambiente, Clóvis Albuquerque, salientou que tudo seguirá o padrão de estudo de impacto e minimização de danos à natureza.

“Primavera é uma cidade que tem muito cuidado com suas matas ciliares, com suas reservas e áreas de proteção, até porque são elas as bombas de canalização de água para o nosso futuro”, elenca. O presidente da Câmara de Vereadores, Manoel Mazzutti (MDB), por sua vez, também elogiou a saída orçamentária para os investimentos.

“O Município não tem condições e nem deve se meter nesse tipo de serviço. Então é melhor repactuar do que não atender. É preciso parabenizar o Ministério Público e o Executivo Municipal pela inteligente saída encontrada”, comentou o líder legislativo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here