Home Editorias Brasil Crescimento do projeto Neri começa a fazer Fagundes cobrar apoios publicamente
fullinterna_2

Crescimento do projeto Neri começa a fazer Fagundes cobrar apoios publicamente


| Da Redação NMT
A provável polarização Bolsonaro x Lula deve, respectivamente, posicionar Geller e Fagundes na queda de braço. Foto - OD

O atual senador da República, Wellington Fagundes (PL), segue insistindo que sairá candidato à reeleição em 2020, mas nos bastidores tem confidenciado a assessores que está preocupado.

O crescimento do nome do atual deputado federal, Neri Geller (PP), que já recebeu as “bençãos” da família Maggi e do agronegócio como um todo, faz Fagundes coçar a cabeça.

Nas últimas horas, comenta-se que até mesmo de Jayme Campos (DEM), companheiro de Fagundes no Senado Federal, estaria se aproximando e com parceria alinhada com Geller para o ano que vem.

Wellington tratou de ir a público e garantiu que Jayme estará consigo. “Eu confio 100% no Jayme Campos e tenho certeza que ele estará num projeto conosco”, asseverou.

A provável polarização Bolsonaro x Lula deve, respectivamente, posicionar Geller e Fagundes na queda de braço pela única vaga ao Senado Federal, embora Geller já tenha sido até ministro de Dilma Rousseff (PT).

Na esfera estadual, Neri ainda deve ter o reforço do apoio de Mauro Mendes (DEM), que ao que tudo indica chega com ótimas condições de se reeleger governador.

Para muitos, todavia, não será surpreendente um recuo de Fagundes para o cargo de deputado federal, caso o projeto de Neri siga ganhando força.

Wellington, aliás, é recordista histórico com o maior número de mandatos seguidos por Mato Grosso na Câmara Federal. Ao todo, foram seis…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here