Home Destaque Treinamento irá uniformizar rotinas de Secretaria e boas práticas na CPE
fullinterna_3


Treinamento irá uniformizar rotinas de Secretaria e boas práticas na CPE

| Por
Com o objetivo de capacitar servidores e estagiários da Central de Processamento Eletrônico (CPE) ligada à Corregedoria-Geral da Justiça do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (CGJ-TJMT) em rotinas de uma Secretaria desde o andamento processual ao atendimento do público interno e externo foi realizado na quinta e sexta-feira (18 e 19/08), o 2º Workshop CPE – Rotinas de Secretaria e boas práticas. O evento, que acontece de maneira virtual pela Plataforma Teams, é organizado pelo juiz auxiliar da CGJ, Emerson Luis Pereira Cajango (Coordenador da CPE), sua assessoria, gestores e um grupo de servidores da própria CPE, que atuam na área de abrangência do curso.
 
“Esse é um momento impar para a CPE, porque vocês serão inquestionavelmente o futuro, uma Secretaria capacitada para atuar em todo Estado de Mato Grosso. Eu sei que o meu sonho não vai encerrar com a minha gestão na Corregedoria, eu vou carregar ele juntamente com toda equipe da CPE. Acredito muito no resultado que vocês já nos trouxeram e ainda irão apresentar. Estamos encerrando uma proposição de um Provimento elaborado por diversas mãos na Corregedoria, pelos juízes auxiliares, João Thiago, Emerson Cajango e o coordenador da CGJ, Flávio, para que a gente possa fazer a locação dos servidores do Primeiro Grau na CPE. Com a implantação e aceitação da Justiça 4.0 e as criações dos Núcleos, a tendência é que ocorra um esvaziamento das unidade judiciais de processos, e por conta disso, futuramente queremos alocar essa mão de obras para o CPE. Não temos uma previsão disso, mas já estamos nos preparando para que isso ocorra. Este também será um momento importante de uniformização e alinhamento para que possamos seguir adiante”, destacou o corregedor-geral, desembargador José Zuquim Nogueira.
 
Já o auxiliar da CGJ, Emerson Luis Pereira Cajango, ressaltou como a realização deste segundo workshop é um momento especial. “No primeiro o foco era a digitalização do acervo, o que foi uma grande entrega da CPE, agora é a gestão das nossas Secretarias. Começamos assim a entrar no motivo do porque a CPE foi criada, para dar apoio às unidades judiciais, seja no Gabinete ou Secretaria. Um dos pilares do desembargador Zuquim é a gestão do conhecimento, afinal como o TJMT aprende ou repassa esse conhecimento? Exatamente da maneira como estamos fazendo de servidores para servidores em uma única linguagem. É muito importante essa troca de experiência e de informações, afinal a CPE é multiportas e atende uma infinidade de ações. Por isso precisamos nos qualificar e desenvolver nossas competências do saber, para que possamos agir com celeridade. Agradecer a minha assessoria, a Katia, a Gabriela, a Amanda e todos servidores da CPE que se empenharam na elaboração desse segundo workshop. Serão dois dias de muito trabalho, aprendizado e tenho certeza que vamos colher frutos dessa iniciativa”.
 
Para a gestora da CPE, Amanda Andrade de Toledo Perri, o 2º Workshop coroa esse novo momento da Central. “Assim como o Dr. Cajango falou, o nosso foco agora é auxiliar ainda mais as Secretarias nos trabalhos de movimentação processual e expedição de documentos. Dessa forma, é muito importante padronizar e uniformizar as atividades em busca de mais celeridade. Sobre os temas abordados durante o evento, em razão da implantação do Balcão Virtual utilizado por todo o TJMT, destaca-se também as orientações e boas práticas para o atendimento ao público frente a atual realidade, sempre primando pela excelência. Para esse workshop, selecionamos alguns servidores para auxiliar na elaboração e apresentação, com o intuito de compartilhar conhecimento e experiência dos trabalhos. Atualmente somos 66 servidores e estagiários em várias frentes de trabalho e esse intercâmbio é extremamente necessário”.
 
Além da oportunidade de elucidar as dúvidas ao vivo, posteriormente os servidores terão acesso à gravação do referido Workshop no hotsite da CPE (cpe.tjmt.jus.br).
 
CPE – A Central exerce importante papel no contexto jurisdicional do Poder Judiciário. É uma ferramenta de modernização, acessibilidade, celeridade e eficiência na entrega de qualidade técnica dos trabalhos executados pelos servidores, com a efetiva prestação jurisdicional. Ela foi criada oficialmente pela Lei estadual nº 11.126, de 12 de maio de 2020, com a finalidade de atuar no apoio direto à atividade jurisdicional, por meio da alocação dinâmica da mão de obra às unidades judiciárias de Primeiro Grau de jurisdição, e seu funcionamento é regulamentado pela Resolução do Órgão Especial do TJMT nº 09/2020.
 
#ParaTodosVerem: esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência. Imagem 1: Foto horizontal colorida do print de tela do Worksop onde aparece alguns participantes na sala virtual. No Centro, em destaque fala o dr. Cajango e logo abaixo está o desembargador Zuquim.
 
Larissa Klein  
Assessoria de Imprensa CGJ
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here