Home Destaque Ministério vai designar a Mato Grosso peritos do INSS em caráter de...
fullinterna_2


Ministério vai designar a Mato Grosso peritos do INSS em caráter de urgência

| Por Assessoria

O Ministério do Trabalho e Previdência vai realocar, em caráter de urgência, peritos do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) para as cidades de Alta Floresta e Rondonópolis. O compromisso foi feito pelo secretário de Previdência da pasta, Leonardo Rolim, após pedido do senador Carlos Fávaro (PSD-MT). Os dois estiveram reunidos nesta quarta-feira (8), em Brasília. Também participou do encontro o subsecretário de Perícias Médicas, Eduardo de Oliveira Magalhães.

Fávaro explicou que, nas últimas semanas, diversos pedidos chegaram ao conhecimento do parlamentar, com reclamações sobre a ausência de peritos em diversas localidades de Mato Grosso, inviabilizando assim a realização das perícias médicas. O procedimento é necessário aos trabalhadores e trabalhadoras que estão afastados do trabalho por motivos de saúde e precisam receber do INSS o auxílio-doença.

“Já havíamos recebido pedidos de vereadores de Alta Floresta e Matupá, com relatos de que os trabalhadores precisavam até, em alguns casos, se deslocar ao Pará para realizar a perícia. Recentemente, recebemos, por meio do deputado estadual Nininho [do PSD], a mesma queixa, dando conta de que muitos segurados de Rondonópolis precisavam se deslocar até Sinop, o que é inaceitável”, destacou Fávaro. A informação sobre o município da região Sul foi repassada pelo vereador Beto do Amendoim (PTB).

Diante dos pedidos formulados pelo senador, Rolim, que já foi presidente do INSS, afirmou que, em curto prazo, vai alocar profissionais para o atendimento nas duas cidades o que atenderá também aos municípios do entorno. “E como solução mais definitiva estamos trabalhando com concurso público para lotar peritos nos municípios”. Além disso, pontuou o secretário, está em fase final de implantação a perícia por documento médico e a perícia remota.

Dados do Boletim Estatístico da Previdência Social (BEPS) de outubro deste ano apontam que mais de 11,5 mil segurados aguardam por perícia médica em Mato Grosso. Deste total, 6,7 mil estão há mais de 45 dias nesta situação.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here