Home Chicote Vereador quer suspensão do decreto que obriga apresentação de comprovante de vacinação
fullinterna_3
fullinterna_2

EM RONDONÓPOLIS


Vereador quer suspensão do decreto que obriga apresentação de comprovante de vacinação

Para tento, ele já pediu pessoalmente ao prefeito José Carlos do Pátio (SD) que revogue a medida

| Por Denilson Paredes

O vereador Roni Magnani (SD) quer a suspensão do Decreto Municipal que obriga a apresentação do comprovante de vacinação ou de resultado de exame tipo PCR negativo para que as pessoas possam adentrar ao comércio e locais de aglomeração de pessoas em geral. Para tento, ele já pediu pessoalmente ao prefeito José Carlos do Pátio (SD) que revogue a medida liberando a população de ter que apresentar os comprovantes pelos próximos dias.

“Eu entendo que naquele momento o prefeito acertou (quando editou o Decreto), pelo número de pessoas que precisavam da vacinação. Porém, o comércio já fez sua parte, já colaborou e por isso nós tivemos êxito no aumento da vacinação. Eu acho que agora é a vez do prefeito dar uma contrapartida e convocar uma coletiva de imprensa e suspender esse Decreto”, explicou Magnani.

No seu entendimento, o aumento dos percentuais de pessoas vacinadas na cidade e a diminuição de casos e mortes permitem a municipalidade pensar em liberar a sociedade dessa obrigação. “Tem que ter esse equilíbrio. Às vezes o poder público tem que tomar medidas um pouco mais duras para o próprio bem das pessoas, para o bem coletivo. Mas há momentos em que você tem que entender que o comerciante, a iniciativa privada já vem colaborando há um tempo, e a pandemia não acabou, mas já temos um certo equilíbrio, o que permite ao poder público dar um voto de confiança para esses comerciantes”, completou.

Ele ainda analisa que isso evitaria a enxurrada de projetos de leis modificando ou tentando cassar o Decreto que os demais vereadores já apresentaram e ainda devem apresentar pelos próximos dias, atendendo a pleitos da classe empresarial a cidade. “Isso vai evitar que toda Sessão a gente fique votando projetos alterando o Decreto. Está na hora de dar um passo atrás e dar esse voto de confiança. As medidas, como uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento continuam valendo”, concluiu Roni Magnani.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here