Home Chicote COVID-19 I Prefeitos da região Sudeste se unem para ampliação do atendimento...
fullinterna_2


COVID-19 I Prefeitos da região Sudeste se unem para ampliação do atendimento de pacientes

| Por Por Redação com Assessoria

Prefeitos e secretários de saúde da região Sudeste de Mato Grosso estiveram em Rondonópolis nesta segunda-feira (7) para discutir a possibilidade de ampliação do atendimento aos pacientes infectados pela covid-19 caso entrem em acordo sobre a atuação do Consórcio Regional de Saúde. O encontro foi liderado pelo prefeito José Carlos do Pátio (SD), juntamente com o secretário de Saúde do município, Vinícius Amoroso.

A principal questão levantada durante o encontro foi o investimento que os municípios têm feito no Consórcio. Atualmente, tanto Rondonópolis quanto outras cidades muito menores têm repassado cerca de 80% e o governo do Estado fica responsável por apenas 20% dos custos dos serviços de saúde que são contratos por meio do Consórcio Regional.

Outro fator apontado pelo prefeito José Carlos do Pátio, que ele considera injusto, é que os municípios pequenos estão contribuindo com valores maiores per capita do que municípios como Rondonópolis. Pátio questiona se de fato manter a contratualização com o Consórcio Regional de Saúde está compensando, principalmente para as cidades pequenas.

O secretário de saúde de Dom Aquino, Cláudio Amarante, disse que a taxa administrativa paga ao Consórcio deve ser revista e reduzida e cobrou uma prestação de contas, que segundo, nem está sendo apresentada para os municípios há anos. Ele acredita que esse encontro vai fortalecer esse grupo de prefeitos que é a maior regional de Mato Grosso.

A partir das discussões feitas na reunião será elaborada uma proposta que será apresentada pela regional de municípios à Comissão Intergestores Bipartite do Estado de Mato Grosso (CIB), vinculada à Secretaria de Estado de Saúde. Dependendo da resposta da CIB, as prefeituras podem deixar o Consórcio e contratualizarem entre si os serviços, reduzindo custos com a taxa administrativa, que fica em torno de 30%, paga ao Consórcio.

Caso isso ocorra, a proposta é que sejam ampliados os leitos de UTI covid-19 em Campo Verde, Primavera do Leste e Rondonópolis e que sejam implantados leitos de UTI em Alto Araguaia, Jaciara e Poxoréu. A maioria dos prefeitos presentes na reunião declarou apoio à proposta apresentada por Rondonópolis e aguarda a elaboração do documento para oficializar o parecer favorável.

A presidente da Comissão de Saúde da Câmara de vereadores de Rondonópolis, Marildes Ferreira (PSB), falou em nome de todos os outros vereadores que participaram da reunião e lembrou que essa pauta já vinha sendo discutida com os vereadores dos municípios vizinhos. Marildes entende que é preciso dar providências em curto prazo para que nenhum outro município possa responder juridicamente ao órgão de controle do Estado sobre os recursos que estão sendo pagos para o Consórcio.

Foram representados no encontro os municípios de Alto Garças, Dom Aquino, Guiratinga, Itiquira, Juscimeira, Paranatinga, Pedra Preta, São José do Povo, São Pedro da Cipa, Santo Antônio do Leste, Tesouro.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here