Home Editorias Política Escola do Legislativo reabre matrículas para MBA em Formação Políticas
fullinterna_3
fullinterna_2


Escola do Legislativo reabre matrículas para MBA em Formação Políticas

| Por


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A Escola do Legislativo de Mato Grosso (ELMT) vai dar início, em junho, ao MBA de Formação Políticas. Neste momento as aulas serão realizadas na modalidade virtual até que seja seguro o retorno das aulas presenciais. As matrículas para o curso de pós-graduação estão abertas e podem ser feitas pelo telefone (65) 9 9908-1120.

O curso de Formação Política foi lançado antes de pandemia, mas ficou suspenso devido aos riscos de contaminação e agora será retomado de forma on line. Estão previstos 15 módulos, sendo um por mês, totalizando 450 horas aula. Depois os alunos terão um prazo de seis meses para entregar a monografia.

De acordo com o coordenador de pós-graduação da Escola do Legislativo, Lúcio Bezerra, havia expectativa de retorno das aulas presenciais, mas com o prolongamento da pandemia os alunos já inscritos solicitaram que o curso fosse iniciado o virtualmente. “Nossa intenção é que as aulas presenciais sejam retomadas assim que possível, mas até lá vamos iniciar o processo on line”. As aulas presenciais acontecerão uma vez por mês, sempre no sábado e domingo.

Como a turma não está completa, as matrículas foram reabertas e estão com desconto de 50%. “A matrícula custa R$ 200 e a mensalidade, enquanto as aulas forem virtuais, será de R$ 180. Quando os módulos presenciais tiverem início o valor será reajustado para R$ 240, valor com desconto de 40%”.

A grade curricular prevê disciplinas como História e Teoria Política no Brasil e no Mundo, Sistemas e Formas de Governo, Constituição dos Poderes e Relação entre os Poderes Públicos, Políticas Públicas e Setoriais, Partidos e Tendências Políticas, Ética e Política, Marketing, entre outros temas.

O curso poder ser feito por pessoas que tenham ensino superior completo em qualquer área do conhecimento e o certificado é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). 

Fonte: ALMT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here