Home Destaque Jovem de 17 anos é assassinado por padrastro em MT e família...
fullinterna_2


Jovem de 17 anos é assassinado por padrastro em MT e família quase cai em golpe

| Por Da Redação NMT com RepórterMT
Adolescente havia desaparecido desde o último dia 1º de abril... Foto - Reprodução

A Polícia Civil de Paranatinga prendeu ontem (7) um homem por matar e ocultar o corpo do adolescente Kauã Vinícius de Jesus Dourado, de 17 anos, que era seu enteado. O jovem estava desaparecido desde o dia 1º de abril.

Diante do desaparecimento, em meio a angústia por notícias do paradeiro do jovem, a família ainda, por pouco, não foi vítima de estelionatários, que aproveitaram da situação e entraram em contato dizendo estar com Kauã em cativeiro, solicitando R$ 2 mil pela liberação. Eles chegaram a enviar uma foto, como sendo da vítima.

´Corpo foi encontrado em uma região de mata, na saída da cidade. Autor confessou o crime e apontou o lugar que ocultou o cadáver…

As investigações, porém, levaram à prisão o padrasto da vítima, que diante das evidências, confessou o crime. O corpo do adolescente foi localizado ontem (7), enterrado em uma região de mata na saída da cidade de Paranatinga.

Após o registro do boletim de ocorrência de desaparecimento de Kauã, imediatamente a equipe da Polícia Civil iniciou as investigações para localização da vítima. Segundo as informações iniciais, o adolescente havia sido deixado pelo padrasto na praça central da cidade, na tarde de 1º de abril, onde iria comprar uma motocicleta.

Os primeiros trabalhos investigativos apuraram o envolvimento do adolescente com alguma facção criminosa que pudesse ter praticado o crime, porém, a teoria não foi confirmada.

Após várias diligências investigativas, oitivas de familiares, os policiais de Paranatinga identificaram o padrasto como principal suspeita e após técnicas de interrogatório conseguiram com que ele entregasse o local em que enterrou o jovem.

O adolescente foi enterrado em área de zona rural, cerca de 20 km de distância da cidade, sentido Nova Mutum. Para praticar o crime, o padrasto conduziu a vítima até o local, efetuou disparos de arma de fogo e em seguida enterrou o corpo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here