Home Destaque Justiça nega soltura de empresária que repassava dinheiro a “Baleia”
fullinterna_3


Justiça nega soltura de empresária que repassava dinheiro a “Baleia”

| Por

Ministro do Superior Tribunal de Justiça Antônio Saldanha negou pedido de soltura da empresária Mirian de Luna Cavalcanti, cuja empresa repassava que mantinha com seu marido repassava constantemente dinheiro a Tiago Gomes de Souza, popularmente conhecido como “Baleia”. Mirian foi presa em maio deste ano, em virtude da deflagração da Operação Jumbo, que desarticulou grupo criminoso voltado ao tráfico de droga e lavagem de dinheiro.

Conforme divulgado pelo portal , Mirian era esposa do empresário Márcio de Oliveira Marques, que atuava como um dos sócios de Tiago.

Ex-funcionários de Baleia, ambos fundaram a empresa Brascambio, que atuava nos setores de viagem e câmbio, e passaram a movimentar diversas transações para contas de Baleia e suas empresas.

Com a deflagração da operação, Mirian foi presa por integrar organização criminosa e promover lavagem de dinheiro. Contudo, segundo sua defesa, não haveria justificativa para sua prisão, uma vez que há a possibilidade de execução de medidas diferentes da prisão.

Contudo, conforme detalhado pelo ministro, o habeas corpus é uma medida excepcional e que deve ser deferido em situações ilegalidades. Dessa forma, com as informações prestadas, não seria possível realizar uma análise mais aprofundada da situação.

Com base neste argumento, o ministro negou a liminar e requereu à Justiça de Mato Grosso mais informações sobre o caso.

Fonte: Folha Max

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here