Home Editorias Mato Grosso Produtores de Barão de Melgaço têm acesso à declaração de aptidão e...
fullinterna_1
fullinterna_2


Produtores de Barão de Melgaço têm acesso à declaração de aptidão e tiram dúvidas durante acompanhamento técnico

| Por


Técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) realizaram, durante quatro dias (20 a 24.09), várias visitas a produtores rurais das comunidades de São Pedro de Joselândia, Retiro São Bento e Pimenteiras – zona rural de Barão de Melgaço (a 113 km de Cuiabá). Foram sanadas dúvidas e a emissão da Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP).

O DAP, beneficio do Governo Federal, viabiliza a identificação como agricultor familiar, acesso ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), aposentadoria rural e qualifica a venda da produção para unidades de ensino. Os técnicos da Empaer  Ludmila Bodnar e Gláucio Rogério Guimarães realizaram 12 visitas nas três comunidades, além dos encontros promovidos junto a duas associações, a Associação Rural de São Pedro de Joselândia (Arsapejo) e a Associação Retirense de Apicultores (Arapi).

Estavam aptos à emissão DAP 10 agricultores, seis já saíram com o documento e quatro deles foram orientados a sanarem as observações e realizar o processo junto ao escritório da Empaer, em Santo Antônio do Leverger.

Ludmila explica que além do DAP, muitos agricultores receberam orientação sobre o crédito rural, regularização fundiária, associativismo e políticas públicas voltadas à agricultura familiar. “Foram dias de muito trabalho. Muitos agricultores foram orientados sobre projetos e programas em andamento, a importância das atividades junto as associações que envolvam a comunidade, além das questões relacionadas à documentação dos imóveis rurais, peculiaridades e desafios enfrentados na região pantaneira”.

Ela destacou ainda os serviços oferecidos pela Empaer e a importância da diversificação da produção. “Explicamos o quanto é  importante o trabalho coletivo, o cuidado com o meio ambiente e foram incentivados a buscarem apoio para atender as demandas relacionadas a regularização fundiária”, frisa.

Para o  produtor e presidente da Associação Rural de São Pedro de Joselândia, Everson Rosa Andrade de Arruda, a visita foi muito importante e esclareceu muitas dúvidas. Ele reforçou a necessidade dos técnicos voltarem, pois muitos agricultores, que ficam direto no campo e só voltam no final de semana, fizeram a solicitação.  “É um trabalho de suma importância para nós que estamos mais afastados do perímetro urbano. Muitos têm dificuldade de sair e receber um técnico na própria casa e ser acompanhado faz toda diferença. Vamos promover novas visitas. Fomos procurados por outros agricultores que saem para a lida e só voltam para passar o final de semana em casa”.

Uma nova ação está sendo organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Barão de Melgaço com previsão de atender mais famílias na localidade.

Ludmila durante atendimento de produtor nas comunidades visitadas    Foto: Empaer/MT

Fonte: GOV MT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here