Home Destaque Município acata orientação do MS e suspende vacinação de adolescentes sem comorbidades
fullinterna_1
fullinterna_2

IMUNIZAÇÃO


Município acata orientação do MS e suspende vacinação de adolescentes sem comorbidades

A imunização para essa idade deve se limitar somente a portadores de deficiências permanentes, comorbidades ou, ainda, àqueles que estejam privados de liberdade

| Por Redação

Atendendo à nota técnica nº 40/2021- SECOVID/GAB/SECOVID/MS do Ministério da Saúde (MS) emitida ontem (15), que desaconselha a aplicação da vacina contra Covid-19 em adolescentes entre 12 a 17 anos sem comorbidades, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai excluir do cronograma de vacinação o público desta faixa etária. Segundo o documento da Pasta nacional, a imunização para essa idade deve se limitar somente a portadores de deficiências permanentes, comorbidades ou, ainda, àqueles que estejam privados de liberdade.

Um dos motivos que levou o MS a adotar essa postura foi o posicionamento da Organização Mundial de Saúde (OMS) no sentido de dissuadir a vacinação de crianças e adolescentes com ou sem comorbidades. A Pasta também lembra, na nota, que a maioria dos adolescentes sem comorbidades infectados pelo coronavírus apresentam evolução benigna, mantendo-se assintomáticos, e que os benefícios da imunização contra Covid-19 para esse grupo ainda não foram suficientemente esclarecidos.

Outro dado apontado pelo Ministério como base para essa decisão foi a queda da média móvel de óbitos que, conforme a Pasta, registrou diminuição de 60% do número de casos e decréscimo de 58% do número de mortes nos últimos 60 dias.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here