Home Editorias Mato Grosso Digital influencer teria sido morto por suposto relacionamento com colega de trabalho...
fullinterna_3
fullinterna_2


Digital influencer teria sido morto por suposto relacionamento com colega de trabalho casada

| Por Olhar Direto
Reprodução

A morte do digital influencer Fredson Djonatan Samulewski, de 26 anos, teria sido motivada por um suposto relacionamento que o rapaz teria com uma colega de trabalho, que seria casada com o principal suspeito. O crime aconteceu em frente a uma padaria, no bairro San Diego, uma das regiões mais movimentadas de Tangará da Serra (240 km de Cuiabá).

Segundo informações obtidas pela Polícia Militar, Fredson trabalhava com a esposa do suspeito C.E.C., apontado como autor dos 14 disparos. O digital influencer e a mulher teriam um relacionamento extraconjugal.

Na busca pela dupla suspeita nesta quinta-feira (10), após uma denúncia anônima, a PM encontrou M.H.S, de 28 anos, que tentou fugir, porém, acabou detido. Ele confessou que estaria com a arma usada no crime em sua residência, mas negou envolvimento no homicídio.

Diante disso, os militares da Força Tática foram até a casa de C.E.C., onde encontraram a esposa dele. Ela afirmou que não sabia onde o marido estava pois eles teriam tido uma briga porque ele estaria com ciúmes dela com Fredson.

Durante a confusão, o casal teria entrado em vias de fato e o suspeito saiu da residência. Ainda em conversa com a PM, a mulher confirmou que trabalhava com o digital influencer.

Os policiais encaminharam o homem encontrado com a pistola para delegacia de polícia para prestar esclarecimentos. O suspeito apontado como autor da execução não foi localizado.

O crime

O digital influencer Fredson Djonatan Samulewski, de 26 anos, foi executado com 12 tiros no final da tarde desta quarta-feira (9), na frente da padaria de sua família, no bairro San Diego, uma das regiões mais movimentadas de Tangará da Serra.

A vítima estaria no estabelecimento que fica na Rua 7, quando um carro teria se aproximado. Ao menos 14 tiros foram efetuados por um suspeito que estava dentro do veículo. No total, 12 disparos atingiram o jovem, sendo que cinco foram somente na região da cabeça.

Segundo boletim de ocorrência, ao lado do corpo foram encontradas cápsulas de munição calibre 9 milímetros. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local, mas apenas constatou o óbito de Fredson.


Antes de morrer, Fredson havia postado um storie (publicação que some após 24 horas) no Instagram anunciando um vídeo publicado em seu canal no Youtube. Ele se identificava nas redes sociais como criador de conteúdo digital e tinha 1.320 seguidores.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here