Home Sub Destaque Biênio 2021/2022: Judiciário de Mato Grosso conclui com êxito o “Plano de...
fullinterna_2


Biênio 2021/2022: Judiciário de Mato Grosso conclui com êxito o “Plano de 100 dias”

| Por


A atual direção do Poder Judiciário de Mato Grosso, presidida pela desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas, concluiu nessa terça-feira (11 de maio) o chamado “Plano de 100 dias” com um feito considerável: 94,59% das entregas previstas para o período de 1º de fevereiro a 11 de maio foram devidamente concluídas.
  
As principais entregas de curto prazo previstas para o biênio 2021/2022 foram listadas no chamado “Plano de 100 dias”, elaborado em janeiro deste ano com intuito de fomentar a melhoria dos serviços que o Judiciário mato-grossense presta à sociedade. Essas ações iniciais envolveram todas as coordenadorias e setores do Tribunal de Justiça.
 
“Gostaria de parabenizar todos os magistrados e servidores envolvidos nessa missão, que envolve a necessidade de trabalharmos de forma sincronizada e organizada, concatenando esforços e energia, com um objetivo único: melhorar o nosso desempenho interno. Isso certamente se reflete positivamente em prol da sociedade”, assinala a presidente do PJMT, desembargadora Maria Helena Póvoas.
 
Segundo a magistrada, apesar de estarmos vivenciando um ano extremamente difícil, a complexidade e as mazelas trazidas pela pandemia da Covid-19 não esmoreceram o desejo de fazer mais e, acima de tudo, melhor. “Que esses primeiros 100 dias sejam apenas o prenúncio do que ainda está por vir. Temos um longo caminho a percorrer e tenho certeza de que vamos avançar muito mais, especialmente com relação ao atendimento ofertado aos jurisdicionado da Primeira Instância, ou seja, ao cidadão que nos procura lá na ponta, nos rincões desse estado.”
 
Também compõem a atual diretoria os desembargadores Maria Aparecida Ribeiro (vice-presidente) e José Zuquim Nogueira (corregedor-geral da Justiça).
 
Entregas previstas – Dentre os diferentes setores, várias unidades tiveram desempenho considerado exemplar e executaram 100% das ações previstas para o início do ano, como as coordenadorias de Controle Interno, Escola dos Servidores, Financeira, Administrativa, Recursos Humanos, Presidência, Ouvidoria, Justiça Comunitária, Diretoria-Geral, Comunicação e Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec).
 
Também se destacaram pelo desempenho apresentado a Corregedoria-Geral da Justiça (99,55%), Coordenadoria de Magistrados (99,17%), Vice-Presidência (97,58%), Coordenadoria Judiciária (96,89%), Coordenadoria da Infância e Juventude (96%), Coordenadoria de Planejamento (95,89%), Coordenadoria Militar (91,57%), entre outras.
 
Dentre as entregas efetuadas, destacam-se iniciativas como a definição das estratégias de digitalização dos processos físicos e do Programa do Processo Judicial Eletrônico (Presidência); a implantação do PJeCor e a revisão de Portfólio de Projetos e Catalogação de serviços (Corregedoria); a conscientização dos magistrados e servidores para aplicação dos temas afetos pela sistemática de precedentes qualificados e a criação do Núcleo de Ações Coletivas (Vice-Presidência); a realização das ações do Prêmio CNJ de Qualidade e a unificação do Banco de Normas do PJMT (Diretoria-Geral); entre outras.
 
Confira AQUI o relatório de entregas, com as ações das coordenadorias.
 
Diretrizes – Além do “Plano de 100 dias”, a atual diretoria elaborou no início do ano o “Plano de Gestão 2021/2022”, documento que apresenta as seis diretrizes que vão nortear os trabalhos até dezembro de 2022. Esse documento contempla: Priorização do Primeiro Grau de Jurisdição, Gestão de Pessoas, Fortalecimento de Ações no Combate à Violência contra a Mulher, Tecnologia da Informação, Fortalecimento Institucional e Eficiência Operacional.
 
Acesse AQUI o plano.
 
 
Lígia Saito
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
 
 
 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here