Home Editorias Mato Grosso Espetáculo “A gestação de Cam” está disponível em plataforma digital
fullinterna_3
fullinterna_2


Espetáculo “A gestação de Cam” está disponível em plataforma digital

| Por


A peça “A gestação de Cam”, exibida em ambiente virtual entre os dias 28 de abril a 02 de maio, agora está disponível também no Youtube. O público pode assistir ao espetáculo nos canais do Pepalantus Núcleo, Teatro Faces, Primitivos, Coletivo Corpo Anu e Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso. O projeto de montagem e circulação da peça foi contemplado no edital MT Nascentes, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

Para aumentar a conexão com as cidades eleitas o espetáculo foi gravado em espaços culturais marcantes, como o Sesc e Beco Cultural em Rondonópolis, Casa de Tradição Gaúcha em Primavera do Leste, Teatro de Bolso Luiz Carlos Ribeiro em Chapada dos Guimarães e no Espaço Cultural Casa das Pretas em Cuiabá. A equipe realizou as gravações seguindo as medidas de biossegurança.

De acordo com a proponente do projeto, Camila Pinho, tanto os locais de gravação quanto os canais de transmissão, possibilitaram uma aproximação com o público. “Essa metodologia proporcionou uma troca importante com os espectadores de cada cidade e também colaborou com a divulgação dos coletivos. A peça contou com espectadores de todos os cantos do país”.

“A gestação de Cam” narra a jornada de três mulheres negras e um menino pretinho que deve nascer, mas não sabe como. Explorando temas como insegurança infantil, memórias e valorização das religiões de matrizes africanas, o trabalho reuniu cerca de 8 profissionais de forma direta e, ainda, colaboradores de outros setores de prestação de serviço.

A equipe foi composta em grande maioria por artistas negros, músicos e compositores residentes em Rondonópolis. “Esse projeto é um marco e trabalhamos com afinco para devolver, valorizar e promover um debate coletivo entre saias coloridas, cantigas e histórias ora felizes, ora tristes. Mas, histórias que conversem com o povo”, destaca Camila.

O espetáculo conta com direção coletiva e texto assinado pelas atrizes Camila Pinho, Larissa Foá e Sara Thimóteo. Em paralelo ao espetáculo as atrizes organizaram um espaço virtual para trocar experiências e impressões com o público.

Camila fala da experiência e desafios na realização do projeto. “Foi extremamente desafiadora para nós essa experiência, enquanto atriz, nos meus 7 anos de carreira, essa é a minha primeira contemplação em um edital. Foi um tempo de intensa aprendizagem e dedicação não só aos aspectos criativos, mas burocráticos para uma boa condução do trabalho”, lembra.

Fonte: GOV MT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here