Home Editorias Agricultura Primeiro curso “Manejo Nutricional de Peixes” do SENAR capacita produtores de Itaguatins
fullinterna_3
fullinterna_2


Primeiro curso “Manejo Nutricional de Peixes” do SENAR capacita produtores de Itaguatins

| Por


No munícipio de Itaguatins, extremo norte do estado, o Sistema Faet/Senar realizou a primeira turma do curso de “Manejo Nutricional de Peixes” para trabalhadores e produtores rurais da região. O novo treinamento foi criado com o objetivo de qualificar os participantes para essa importante cadeia produtiva que necessita cada vez mais de mão de obra qualificada.

Um dos participantes do curso, Magno Apinajé, já estava na atividade, mas segundo ele, o negócio não vinha proporcionando bons resultados. Para o produtor, faltava conhecimento necessário para tocar a produção, uma realidade que o Senar está ajudando a mudar. “O curso abriu meus olhos e me deu todo suporte que preciso pra criação dos peixes, desde a construção dos tanques, da densidade dos alevinos e a oxigenação; antes trabalhava sem nenhuma técnica, mas agora consigo identificar os erros, aplicar as técnicas”, destacou.

O psicultor está retomando a atividade e agora se sente mais seguro não só pra produzir como também para comercialização da produção. Durante o treinamento, ele conseguiu identificar os hábitos de cada espécie de peixe, os sistemas de produção, a importância da biometria, os nutrientes que cada espécie necessita para se desenvolver, além dos ingredientes e os aditivos que devem estar presentes na ração dos animais, bem como os parâmetros físicos e químicos da água.

Outro aluno do curso, Giordani Sousa, também enfatizou a importância do treinamento: “Fiz questão de participar dessa primeira turma, crio alevinos para consumo próprio, mas já vinha percebendo algumas dificuldades; tenho muita vontade de fazer da piscicultura minha fonte de renda, mas via a necessidade de me qualificar”.

No curso, o produtor conseguiu identificar muitas falhas no processo de produção e deu exemplo: “acreditava que uma água limpa era o suficiente, mas hoje sei a importância das dimensões do tanque escavado, da logística, da qualidade da água e da alimentação para ter bons resultados”. Por conta disso, Giordani agora já pensa em partir para o mercado. “Hoje me sinto em condições de ir além do consumo próprio”, explicou.

“É um curso importantíssimo para quem quer iniciar uma criação de peixes ou para aqueles que querem aprimorar sua atividade de forma eficiente e mais rentável”, pontuou a instrutora Marilda Coelho. Para ela, os dez participantes dessa nova modalidade de curso na área de psicultura do Senar, assimilaram os conceitos para uma boa aplicação das técnicas, também mudaram a visão dessa atividade promissora e saíram otimistas com as perspectivas que terão pela frente.

Segundo o Diretor do DEPPS, Luiz Cláudio Farias, capacitar e qualificar a mão de obra rural é a maior preocupação do Senar/TO não só na área de piscicultura, mas em todo as áreas relacionadas ao agro: “Hoje contemplamos diversos títulos de cursos na área de Formação Profissional Rural e atividades de Promoção Social, agregando valores aos produtores e trabalhadores rurais. Esse é mais um curso de sucesso que entra para nosso portfólio”, destaca o diretor.

MAIS SENAR

Confira mais notícias e informações do Senar no Tocantins e outras reportagens sobre piscicultura no nosso site (www.senar-to.com.br) e nas redes sociais.

Assessoria de Comunicação Sistema Faet/Senar

Palmas, 07 de maio de 2021

Fonte: CNA Brasil

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here