Home Cuiabá CLARO terá que indenizar cliente de MT por “memes sexuais” enviados por...
fullinterna_2

CLARO terá que indenizar cliente de MT por “memes sexuais” enviados por atendente


| Fonte: Da Redação NMT com FolhaMax
Entre os conteúdos recebidos pela cliente estavam “palavras de baixo nível, figuras indicando desprezo”, além de “fotografias de bebês com órgão sexual desproporcional ao seu tamanho real”.
A Claro S/A – empresa de telecomunicações que oferece serviços de telefonia, internet e TV a cabo -, vai pagar uma indenização de R$ 10 mil (mais juros e correção monetária), após uma cliente de Mato Grosso receber “figurinhas” de cunho sexual de um de seus atendentes virtuais.
A decisão é do juiz do 3º Juizado Especial Cível de Cuiabá, Antônio Veloso Peleja Júnior, e foi proferida no fim de abril. Veloso homologou a minuta de sentença proferida pelo juiz leigo Arthur George da Silva Barros.
De acordo com informações do processo, a cliente aguardava a visita de um técnico da Claro S/A que realizaria a instalação de internet em sua residência, na capital, em novembro de 2020, detalha os autos.
O profissional da empresa de telecomunicações, porém, não apareceu na hora marcada, o que fez com que a cliente entrasse em contato com a organização para confirmar ou adiar a instalação do serviço.
Segundo o seguimento do processo, a resposta que ela obteve da Claro S/A, por meio de um de seus atendentes, a deixou “chocada”. “Entrou em contato com o atendimento via whatsapp da reclamada para solucionar a execução do serviço. Entretanto, o atendente teria lhe enviado mensagens de cunho sexual, injurioso, com caráter desrespeitoso, além de não resolver o problema da instalação da linha”, diz trecho dos autos.

Segundo o processo, entre as mensagens enviadas pelo atendente da Claro S/A estão “palavras de baixo nível, figuras indicando desprezo”, além de “fotografias de bebês com órgão sexual desproporcional ao seu tamanho real”. Os autos revelam ainda outros conteúdos recebidos pela cliente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here