Home Destaque Traficante que aprisionava devedores é pego em Rondonópolis
fullinterna_2

Traficante que aprisionava devedores é pego em Rondonópolis


| Fonte: Da Redação NMT com OD
Na boca de fumo controlada pelo suspeito e descoberta pela polícia, um casal era mantido preso por dívidas com o traficante. Eles foram libertos pelos policiais... Foto - Reprodução

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Rondonópolis prenderam em flagrante um traficante na cidade, ontem (23), e libertaram dois usuários de entorpecentes que eram mantidos por ele em cárcere privado, na região central da cidade, por dívida de consumo de drogas.

Os dois usuários eram mantidos em uma quitinete na Avenida Bandeirantes há três dias. O local era utilizado pelo criminoso como um ponto estratégico para a venda de entorpecentes e servia também como uma espécie de prisão para os usuários que estavam em dívida com a boca de fumo.

A quitinete utilizada por A.L.S., de 26 anos, permanecia vazia durante o dia e à noite ele chegava ao local e passava vender os entorpecentes, próximo a um ponto bastante conhecido de reunião de usuários de drogas no centro da cidade.

Os policiais civis receberam informações de que havia uma movimentação estranha na quitinete, ontem (23). Ao chegar ao local, a equipe foi avisada por dois homens dentro do imóvel que eles estavam no interior da quitinete que foram trancadas pelo dono do ponto.

Os policiais arrombaram a porta e ao abordar o homem e a mulher que estavam dentro do cômodo ambos relataram que estavam mantidos trancados daquela forma há três dias porque não tinham dinheiro para pagar o entorpecente adquirido do suspeito.

Os dois usuários admitiram ainda que chegaram ao local com uma quantidade grande de dinheiro para usar entorpecente, mas que após não conseguir mais pagar o traficante, este os trancou até que resolvesse a situação.

Os investigadores permaneceram no local, até que o traficante retornou à quitinete. Quando viu a equipe de policiais, ele tentou fugir, momento em que foi contido com ação mais intensa, diante de sua resistência.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here