Home Destaque Bolsonaro se encontra com Neri durante evento do PP e sinaliza com...
fullinterna_2

FORÇA DA BANCADA PROGRESSITA


Bolsonaro se encontra com Neri durante evento do PP e sinaliza com neutralidade na disputa ao Senado em Mato Grosso

Após janela partidária, PP se tornou um dos maiores partidos do Congresso Nacional, com 57 deputados e seis senadores, além de dos ministros da Casa Civil e Comunicações

| Por Alana Casanova

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), sinalizou ao PP que ficará neutro na disputa pelo Senado em Mato Grosso este ano. A sinalização ocorreu durante encontro com a bancada do PP no Congresso Nacional, realizado nesta quarta à noite, em Brasília, na presença do pré-candidato do partido ao Senado, Neri Geller, e do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Bolsonaro foi ao encontro conhecer os 15 novos integrantes da bancada do Partido Progressista do Congresso Nacional, que agora conta com 57 deputados e seis senadores, totalizando uma bancada de 63 parlamentares, uma das maiores do Congresso Nacional.

O PP também possui os ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira, o principal ministro da área política do Governo, e das Comunicações, Fábio Faria.

“Conversei com o presidente juntamente com o ministro Ciro Nogueira, no sentido de trabalhar a neutralidade. É bom para o presidente também que seja assim”, observou Neri.

Em encontro mais cedo com Nogueira, na Casa Civil, o ministro garantiu ao parlamentar estar convencido que o melhor para o presidente é manter-se isento nos estados onde há mais de um candidato da base aliada na disputa pela vaga ao Senado.

“Defendemos seu nome, deputado Neri, para o Senado em Mato Grosso. O presidente sabe do seu trabalho de apoio à base do Governo. Nosso compromisso é manter a neutralidade e estamos trabalhando para que o presidente fique isento nos estados em que temos dois postulantes ao Senado”, assegurou o ministro da Casa Civil.

Segundo Neri Geller, o presidente sabe que ele esteve sempre ao seu lado mesmo nas pautas mais impopulares. “Eu apoio e apoiei o governo Bolsonaro. Em vários projetos, mesmo os mais impopulares, que fui designado pelo governo a defender na Câmara dos Deputados, não me furtei e tive muito êxito como foi o caso do Licenciamento Ambiental” pontuou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here