Home Destaque Polícia Civil prende investigados que se associaram para executar roubos a residências...
fullinterna_2


Polícia Civil prende investigados que se associaram para executar roubos a residências em Várzea Grande

| Por


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande, realizou nesta sexta-feira (12.11), a operação “Face Oculta” para cumprimento de mandados de prisão preventiva contra investigados com extensa ficha criminal.

Com as ordens judiciais de prisão decretadas pela Justiça pelos crimes de roubo e associação criminosa, dois  suspeitos foram presos pelos policiais civis da unidade especializada. 

A ação foi deflagrada visando desarticular a associação criminosa que atuava na Região Metropolitana praticando roubos em residências. Um dos crimes cometidos ocorreu na manhã do dia 23 de outubro, em uma casa no bairro Costa Verde, onde foram levados das vítimas, aproximadamente, R$ 15 mil em produtos.

Durante as diligências, os policiais civis identificaram que uma funcionária da residência da vítima era casada com um dos envolvidos, a quem ela repassou todas as informações sobre a rotina da família e dos bens que haviam no imóvel.

Nas investigações, a equipe da DERF apurou, inclusive, que os investigados fizeram uma reunião na casa da funcionária, onde acertaram os detalhes do crime e a função da mulher no roubo, razão pela qual a operação policial foi chamada de “Face Oculta”.

Conforme arquitetado pelos criminosos, no manhã do crime, a funcionária estava na casa da vítima e mantinha o tempo todo, contato com os suspeitos repassando as informações. Ficou acertado ainda que ela sairia para colocar o lixo fora da casa e deixaria o portão aberto, para que o local fosse invadido.

Três homens armados entraram na residência, renderam os proprietários e um trabalhador que estava no local, amarrando todos com um cabo de conexão. Em todo o tempo, os suspeitos ameaçavam atirar contra as vítimas.

A equipe da Derf-VG também conseguiu identificar um motorista de aplicativo que levou os três autores do roubo até a resdiência das vítimas, que sabia do plano criminoso e recebeu parte do que foi levado da casa.

Diante das provas reunidas, os suspeitos tiveram as prisões preventivas representadas pela Polícia Civil. Nesta sexta-feira (12), dois dos três homens que invadiram a casa foram presos. Ambos possuem passagens por vários roubos e um tem condenação pelo mesmo crime.

De acordo com a delegada Elaine Fernandes da Silva, o terceiro integrante que invadiu a casa morreu em confronto com a Polícia Militar no dia 1º de novembro, no bairro tijucal, após roubar um veículo. O marido da funcionária doméstica teve a prisão preventiva decretada, porém, está foragido. Já a mulher se apresentou na delegacia, foi interrogada e reponderá ao inquérito policial.

A titular da Derf de Várzea Grande destacou o trabalho investigativo da equipe no local de crime, bem como, pela dos policiais que atuaram no cumprimento aos mandados de prisões nesta operação. “A dedicação e empenho dos policiais civis são motivos de orgulho para a instituição”, destacou Elaine. 

Fonte: PJC MT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here