Home Destaque Fávaro é escolhido o melhor parlamentar de Mato Grosso em 2021
fullinterna_1
fullinterna_2

RECONHECIMENTO


Fávaro é escolhido o melhor parlamentar de Mato Grosso em 2021

| Por Assessoria

O senador Carlos Fávaro (PSD-MT) foi eleito o melhor parlamentar da bancada federal de Mato Grosso em 2021. O prêmio foi concedido pelo Ranking dos Políticos, iniciativa da sociedade civil que avalia a atuação dos membros do Senado e da Câmara dos Deputados, mediante critérios que vão desde o combate a privilégios até votação em matérias importantes nas duas casas legislativas. A solenidade de premiação ocorrerá no mês de dezembro, em Brasília.

Considerando apenas os 81 senadores, Fávaro ficou na 11ª colocação. Somando os quase 600 políticos que integram as duas casas, o parlamentar está entre os 70 melhores. “É uma honra receber este prêmio de uma iniciativa tão importante. Isso demonstra que nossa atuação, representando os mais de 3 milhões de mato-grossenses, tem levado resultado para a população, que é o que se espera da política”, afirmou o parlamentar.

Entre os aspectos que compõem a nota dada a cada membro do Legislativo pelo ranking estão, por exemplo, os votos proferidos em matérias importantes, como o Projeto de Lei que cria o Marco Legal das Ferrovias, a Medida Provisória que melhora o ambiente de negócios do país e a criação de passaporte sanitário, todos com voto favorável do senador mato-grossense. “Tive estes posicionamentos com a convicção de que eram os melhores para nossa gente em Mato Grosso e seguirei assim por todo o mandato”, pontuou Fávaro.

Além da atuação em plenário, o ranking leva em consideração a participação do político nas sessões e a economia dos recursos destinados ao exercício do mandato. Fávaro, além de não faltar a nenhuma das 46 sessões agendadas este ano, economizou quase 65% dos recursos destinados ao gabinete. O senador também não responde a nenhum processo, o que é levado em consideração para a formatação do ranking.

Iniciativa da sociedade civil, o Ranking dos Políticos é mantido por meio de doações de pessoas físicas brasileiras. Para manter sua independência, ele não aceita recursos de empresas, partidos políticos, grupos de interesse ou do exterior.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here