Home Destaque Deputado cobra o aumento de vagas no período noturno nas escolas
fullinterna_1
fullinterna_2

NA ASSEMBLEIA


Deputado cobra o aumento de vagas no período noturno nas escolas

“Pedimos para a Seduc ter o bom senso de abrir mais vagas de salas de aula no período noturno", cobrou Delegado Claudinei

| Por Redação

Com a crise financeira causada no período da pandemia da Covid-19, alguns estudantes do ensino médio da rede pública de ensino de Mato Grosso ingressaram no mercado de trabalho para contribuir com o sustento de suas famílias. Neste cenário, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) apresentou Requerimento à Secretaria de Educação (Seduc), nessa quarta-feira (20), em sessão plenária da Assembleia Legislativa, para obter informações sobre as vagas disponíveis nas unidades escolares do período noturno.

No documento, o deputado questionou o quantitativo de vagas noturnas ofertadas e as unidades que atendem esse turno. “Temos recebido vários pedidos de pais e filhos do ensino médio. Devido a pandemia, a política do fecha tudo, o lockdown, o fechamento e falência de comércios, acabaram gerando mais desemprego em nosso país e os alunos do ensino médio tiveram que trabalhar e estudar nos turnos da tarde e manhã, mas precisam continuar trabalhando para manterem as famílias que estão com dificuldade financeira”, declarou o parlamentar.

O parlamentar pediu para que a Seduc abra mais vagas de salas de aulas no período noturno para que esse alunos possam se manter nos empregos. “Pedimos para a Seduc ter o bom senso de abrir mais vagas de salas de aula no período noturno. É preciso ver com urgência isso, já que as aulas retornaram no último dia 18 de outubro. Vejam essas vagas para os alunos que estão matriculados e que precisam ser transferidos para continuarem trabalhando e ajudando no sustento de sua casa”, complementou.

Retorno – A Seduc publicou o Decreto de nº 1.134/2021, no dia 8 de outubro, para o retorno 100% presencial da comunidade escolar devido à redução de casos de infecção com a Covid-19 e, consequentemente, o nível baixo de ocupação dos leitos de UTI e com o êxito no processo de vacinação da população. Para isso, todas as unidades escolares vão adotar medidas de biossegurança.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here