Home Editorias Mato Grosso Adolescentes do socioeducativo de Barra do Garças recebem orientações de prevenção ao...
fullinterna_1
fullinterna_2


Adolescentes do socioeducativo de Barra do Garças recebem orientações de prevenção ao suicídio

| Por


Conhecimento, dinâmicas e apresentações culturais foram algumas das programações realizadas pelos adolescentes que cumprem medida socioeducativa no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Barra do Garças (516 km de Cuiabá). Ao longo da manhã desta quinta-feira (30.09), os 11 adolescentes da unidade participaram ativamente de uma programação alusiva ao Setembro Amarelo, mês de prevenção do suicídio, realizada na própria unidade.
 
Além da apresentação feita pelos jovens, eles também tiveram uma palestra proferida pela enfermeira e mestre em Imunologia e doutoranda pela USP em Saúde Mental, Maria Aparecida Sousa Oliveira Almeida. De forma didática e com a participação massiva dos adolescentes, a pesquisadora abordou até mesmo as questões físicas de uma pessoa que sofre de depressão e tem ideações suicidas.
 
“Religião, família, estudar, trabalhar, exercício físico, conversar, ouvir e se identificar com o colega e até mesmo a mudança de comportamento de vocês são alguns dos fatores de proteção do suicídio. No entanto, o excesso desses fatores também pode ter um papel inverso, prejudicando nossa saúde mental. Então é importante mantermos o equilíbrio”, explicou a palestrante aos adolescentes.
 
“Enquanto há vida, há esperança”, disse um dos adolescentes que realizou uma dinâmica com os demais. Foram distribuídos balões amarelos a cada um dos jovens e um problema escrito em um papel. Quem não conseguisse resolver o problema, deveria estourar o balão. Problemas como: “quem veio primeiro, o ovo ou a galinha?” ou “quantas gotas de água tem o oceano?”.
 
Ao estourar o balão, o jovem perguntava: “estourar o balão resolveu o problema?”. Uma reflexão semelhante ao suicídio, já que o ato não resolve a dor ou os problemas.
 
O gerente da unidade, Jean Mesquita, aproveitou a oportunidade para agradecer aos servidores envolvidos na realização da programação, mas também pontuou a participação e bom comportamento dos adolescentes.
 
“Isso que está acontecendo hoje tem a participação de vocês. Sem a cooperação, o bom comportamento e a vontade que vocês têm de mudar, nada disso teria acontecido. Para que possamos fazer as coisas em benefício de vocês, precisamos de colaboração e dessa confiança que estão nos dando”, disse o gerente do Case de Barra do Garças.
 
As assistentes sociais, psicólogas e professoras também participaram da manhã de programação.
 
Unidade socioeducativa
 
O Case de Barra do Garças conta atualmente com 11 adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa. A unidade oferece educação regular nos ensinos fundamental e médio, além de programações alternativas, como aulas de violão, programações alternativas como oficinas, visitas ao cinema, passeios e até mesmo cursos profissionalizantes, que proporcionam o bem-estar e a formação dos internos.
Fonte: GOV MT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here