Home Editorias Mato Grosso Adolescentes do Socioeducativo Masculino participam do 1° Sarau Cuiabano
fullinterna_1
fullinterna_2


Adolescentes do Socioeducativo Masculino participam do 1° Sarau Cuiabano

| Por


Na perspectiva de vivenciar novas experiências e enaltecer o valor da cultura cuiabana e mato-grossense, 60 jovens do Centro de Atendimento Socioeducativo de Internação Masculina (Case) de Cuiabá, participaram do 1° Sarau Cuiabano que ocorreu nesta sexta-feira (24.09). A ação faz parte do Projeto Oficinas Socioeducativas (POS) e conta com parceria da Escola Meninos do Futuro. 

O evento contou com diversas atrações para envolver e engajar os socioeducandos em oficinas de músicas, danças e artes, dando destaque a cultura cuiabana, com momentos de dança rasqueado, com o professor Rodinei Barbosa, além do show de música realizado pelos próprios adolescentes. 

Na ocasião, houve a exposição dos produtos confeccionados durante as oficinas de vasos de cimento e laços realizados na unidade, bem como a apresentação dos desenhos feitos pelos adolescentes durante uma ação do Hemocentro, por meio do projeto “Doador do Futuro”.  

O projeto POS começou há seis meses na unidade e já tem dado resultados. Ao todo são 20 oficinas trabalhadas nas aulas durante a semana. 

Para o diretor do Centro Socioeducativo Masculino, Urias Avelino Dantas, as oficinas têm um efeito muito positivo na vida dos adolescentes, pois mostram um pouco da cultura do nosso estado. 

“O POS do socioeducativo é um projeto que veio para ampliar o nosso atendimento e tem sido muito benéfico para os jovens. O evento de hoje veio para fortalecer e contribuir ainda mais, nosso objetivo é que possamos proporcionar e ampliar cada vez mais esses projetos aos adolescentes”, pontuou Urias. 

O coordenador do projeto Jean Monteiro enfatizou a importância desse trabalho realizado com os jovens. “Na sala de aula eles já aprendem sobre a cultura do nosso estado, como siriri, cururu, o rasqueado cuiabano e agora com este sarau eles puderam ter um momento dinâmico e sair um pouco de dentro da sala de aula, ter essa vivência na prática”, destacou o coordenador. 

Os conteúdos trabalhados nas aulas de educação artística foram ministrados pelo professor Marcelo Lins, e as oficinas do POS, foram projetos coordenados pelo servidor Jean Monteiro, com colaboração das servidoras Elka Victorino e Flávia Palazzo. As oficinas de vasos de cimento e laços, foram ministradas pela servidora Fátima Vieira do Prado, a ação do Hemocentro coordenado pela psicóloga Camila Elias Gonçalves e criação de arte por Airton Lacerda.

(Com supervisão de Débora Siqueira) 

Fonte: GOV MT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here