Home Editorias Mato Grosso Escola Penitenciária promove capacitação para servidores que atuam com cães farejadores
fullinterna_3
fullinterna_2


Escola Penitenciária promove capacitação para servidores que atuam com cães farejadores

| Por


Durante dois dias, a Coordenadoria de Ensino e Aperfeiçoamento dos Servidores do Sistema Penitenciário, também conhecida como a Escola Penitenciária, realiza o I Seminário de Faro e Detecção de Alto Rendimento, direcionado para servidores das forças de segurança que atuam com cães farejadores.

A abertura do evento ocorreu na manhã desta quinta-feira (23.09) e contou com a presença do secretário adjunto de Administração Penitenciária, Jean Gonçalves, do comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT), coronel Jonildo José de Assis, do subchefe de Estado Maior, coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva e de servidores das forças de segurança.

Na ocasião, o secretário adjunto Jean Gonçalves agradeceu à PMMT por gentilmente ter cedido o espaço para a realização do evento, que é realizado no Comando Geral e reforçou o compromisso de integração entre instituições.

“Eu costumo sempre deixar claro que o Sistema Penitenciário é um parceiro que tem como lema esse espírito de integração entre as forças de segurança. A Polícia Penal foi criada por meio de lei para que tivesse o poder de polícia, assim como as demais instituições e pudesse trabalhar lado a lado com as outras forças, como já tem sido feito”, pontuou o secretário adjunto.

Em seu discurso de boas-vindas, o comandante-geral da PMMT elogiou a iniciativa da realização do evento, que resultará não só no estreitamento de laços entre as forças, mas também no enfrentamento ao crime organizado.

“Para nós é uma grande honra recebe-los em nossa casa, sendo muitos dos companheiros aqui não só policiais militares, mas policiais penais, civis, rodoviários federais, bombeiros. A proposta é que possamos avançar nesta modalidade de policiamento com a utilização dos cães farejadores e consequentemente avançarmos juntos no combate ao crime organizado”, disse coronel Jonildo José de Assis.

Compartilhamento de experiências

Palestrante do evento e policial penal, José Ricardo Segatto compartilhará sua experiência exitosa à frente do canil da Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa (Mata Grande), localizada em Rondonópolis (220 km de Cuiabá). Atualmente o canil conta com nove policiais penais aptos a lidar com seis cães das raças pastor belga mallinois e beagle.

Apesar de não ser tão comum a utilização de cães de pequeno porte em canis das forças de segurança de Mato Grosso, Segatto quer justamente compartilhar a experiência que está sendo empregada no Sistema Penitenciário, principalmente pelo custo menor em relação aos cães de maior porte e facilidade de locomoção.

“O poder olfativo destes animais é o mesmo de um cão grande, só que ele não constrange o público e tem um custo menor de manutenção, de ração, caixa de transporte e de cuidados. Há uma facilidade de mobilidade e um perfil mais fácil de trabalhar, precisando empregar menor força física no trato com eles”, explicou.

Com a palestra, Segatto pretende otimizar o desempenho do condutor e da ferramenta auxiliar do trabalho policial, que é o cão. Isso porque o sucesso da atuação dos cães farejadores se dá por algumas variáveis, tais como: o treinamento do cão, o conhecimento do condutor, o ambiente controlado, tendo o mínimo de distrações possíveis, entre outros fatores.

“Já encontramos cocaína dentro de cápsulas de complexo vitamínico na Mata Grande. Humanamente é impossível identificar algo assim, mas o cão encontra com facilidade. Isso fez com que barrássemos a entrada de vitaminas na unidade. O trabalho destes animais é de suma importância”, completou o policial penal.

O Sistema Penitenciário possui 11 cães em atuação em canis localizados não só na Mata Grande, mas também nas unidades de Pontes e Lacerda, Barra do Garças, Tangará da Serra e o do Serviço de Operações Especializadas (SOE). Inclusive o canil do SOE não atua apenas em unidades penais, mas também em operações integradas realizadas em todo o estado.

Participaram da abertura do evento cerca de 35 profissionais das polícias Penal, Militar (PMMT), Civil (PJC), Penitenciária Federal (PRF), além do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron).

O seminário acontece ao longo do dia e nesta sexta-feira (24.09), onde será realizada a parte prática da capacitação. Este segundo momento acontecerá na sede do Ibama, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça.

Fonte: GOV MT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here