Home Editorias Brasil Maroan, gravemente ferido em troca de tiros em Ponta Porã, foi levado...
fullinterna_3
fullinterna_2

VELHO OESTE


Maroan, gravemente ferido em troca de tiros em Ponta Porã, foi levado de avião para SP

Inicialmente, segundo apurado pela polícia do de Mato Grosso do Sul, ele teria sido levado para um hospital em Pedro Juan Caballero, no Paraguai

| Por Denilson Paredes

Gravemente ferido na noite desse domingo (11) depois de uma troca de tiros após uma discussão em uma conveniência na cidade de Ponta Porã (MS), o jovem Maroan Fernandes Haidar Ahmed, 21 anos, foi levado de avião para receber cuidados médicos em São Paulo. Inicialmente, segundo apurado pela polícia do estado vizinho, ele teria sido levado para um hospital em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, mas como seu estado era extremamente grave, o pai do rapaz teria decidido leva-lo de avião para São Paulo.

De acordo com o apurado pelo site Campo Grande News, as circunstâncias do tiroteio ainda não foram esclarecidas, mas teria acontecido por volta de 21 horas.

Maroan é acusado de ter atirado à queima roupa e matado o empresário Fábio Batista da Silva, que na época tinha 41 anos, crime ocorrido em novembro de 2018 em um posto de combustíveis próximo do cemitério da Vila Aurora. Na época, o crime chocou a cidade pela futilidade do motivo do próprio crime e pela frieza do atirador, que acertou a vítima a tiros sem chances de defesa no momento em que lanchava com a família.

Ele foi identificado como o autor do disparo e ficou foragido por um tempo, para ser preso e solto pouco tempo depois, por força de um Habeas Corpus e aguardava a conclusão do seu julgamento em liberdade.

Pelo menos duas outras pessoas se feriram na troca de tiros, entre elas, Lucas Alves da Silva, de 27 anos, que já morou em Rondonópolis e é suspeito da morte do cabo da Polícia Militar Jeferson Wilker de Souza, crime ocorrido na Vila Lourdes, em 2014.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here