Home Editorias Geral Sikêra Jr. faz emissora perder patrocínios após xingar gays de “raça desgraçada”
fullinterna_3
fullinterna_2


Sikêra Jr. faz emissora perder patrocínios após xingar gays de “raça desgraçada”

Procurada por Quem no Dia do Orgulho LGBTQIA+, assessoria de imprensa da emissora não se pronunciou a respeito das falas homofóbicas do apresentador

| Por QUEM NEWS
Divulgação

Depois de viralizar na internet com seus vídeos com falas homofóbicas durate a apresentação do Alerta Nacional, na Rede TV!, Sikêra Jr. perdeu alguns patrocinadores da atração, que não concordaram com o discurso preconceituoso do apresentador, que entre outros xingamentos, disse que os gays são uma “raça desgraçada”, na edição da última sexta-feira (25).

Segundo o Notícias da TV, três empresas cancelaram os contratos de patrocínio e anúncios com a emissora: a construtora MRV, a Tim e a HapVida. Todas as três marcas se pronunciaram contra o ocorrido e ressaltaram que não compactuam com a postura do comunicador.

“A MRV acredita na diversidade e não compactua com qualquer forma de preconceito. O programa Alerta Amazônia/ Nacional já não faz mais parte dos nossos planos de mídia”, informou a construtora.

“Desde a semana passada, realizamos a suspensão da veiculação, que é automática pela plataforma de anúncio, nesse canal. Reforçamos que a Tim não está ligada a movimentos, nem compactua com disseminação de notícias falsas e discursos de ódio”, declarou a empresa de telefonia móvel.

“Não apoiamos forma alguma de preconceito, seja social, de credo, raça, gênero ou orientação sexual. No momento, suspendemos o patrocínio do Alerta Amazonas. Estamos sempre trabalhando por uma sociedade mais saudável”, informou a empresa de plano de saúde.

Procurada por Quem, nesta segunda-feira (28), Dia Mundial do Orgulho LGBTQI+, a assessoria de imprensa da Rede TV! não se pronunciou sobre o ocorrido até o fechamento desta matéria.

Entenda o caso
Sikêra Jr. criticou ao vivo a nova campanha do Burger King, em que crianças de diferentes idades são entrevistadas e explicam que é normal ver homens e mulheres do mesmo sexo juntos. Inclusive, algumas delas são filhos de pais gays.

“A criançada está sendo usada. Um povo lacrador que não convence mais os adultos e agora vão usar as crianças. É uma lição de comunismo: vamos atacar a base, a base familiar, é isso que eles querem. Nós não vamos deixar. Vocês são nojentos. A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento em que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é podre, nojento. Isso não é conversa para criança”, disparou o apresentador.

Famosos protestam nas redes sociais contra Sikêra Jr.
“Nojo é o que temos por você [Sikêra]”, retrucou a atriz Samantha Schmutz. “O tempo vai dizer para esse senhor muita coisa! E bora almoçar Burger King hoje”, ironizou a apresentadra Astrid Fontenelle. Já Dira Paes disse ter assistido um “horror” ao ver o vídeo de Sikêra na web. Bruno Gissoni perdeu a paciência e o chamou de imbecil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here