Home Destaque Prefeitura inicia construção de residencial com cerca de 430 casas
fullinterna_3
fullinterna_2

JARDIM MARIA AMÉLIA


Prefeitura inicia construção de residencial com cerca de 430 casas

Ele está sendo construído em uma área localizada aos fundos do distrito industrial, com acesso pela Rodovia do Peixe

| Por Redação

A Prefeitura de Rondonópolis iniciou nesta terça-feira (29) a construção de um novo loteamento habitacional que vai beneficiar cerca de 400 famílias, o Jardim Maria Amélia. Com investimento integral de recursos próprios, o residencial vai contar com toda a infraestrutura urbanística, asfalto, iluminação pública e redes de água e esgoto.

O Jardim Maria Amélia está sendo construído em uma área localizada aos fundos do distrito industrial, com acesso pela Rodovia do Peixe, e vai abrigar famílias que moravam em regiões ribeirinhas, ocupavam áreas de preservação. O município vai contemplar no total 432 famílias, com expectativa de que 1.600 pessoas habitem o local.

Contratada para executar a parte estrutural do loteamento, a Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder) já deslocou as máquinas para o local e deu início à abertura das primeiras vias. Máquinas niveladoras e patrolas estão abrindo espaço e fazer o traçado de ruas e avenidas que vão dividir o loteamento.

O novo empreendimento conta com o trabalho conjunto das Secretarias Municipais de Habitação e Urbanismo e Infraestrutura e tem o apoio da Câmara Municipal. O vereador Reginaldo Santos comentou que esse tipo de investimento é a melhor maneira de levar dignidade para a sociedade.

Inicialmente a Prefeitura vai repassar os terrenos, mas conforme informou a secretária de Habitação e Urbanismo, Huani Rodrigues, já está sendo elaborado um projeto para construção de casas, dando ainda melhores condições para as famílias contempladas.

A expectativa do município é que com a locação das pessoas no novo residencial toda a região cresça, com a maior movimentação do comércio local e a chegada de mais serviços públicos, como creche e unidades de saúde.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here