Home Esportes Corinthians perde do Peñarol e se despede da Copa Sul-americana
fullinterna_2


Corinthians perde do Peñarol e se despede da Copa Sul-americana

| Por


Na quinta-feira (13), o Corinthians entrou em campo para mais um desafio pela Copa Sul-americana 2021. O Timão visitou o Peñarol, do Uruguai, no Estádio Campeón del Siglo, em partida válida pela quarta rodada da fase de grupos da competição e foi superado pelo placar de 4 a 0, acabando com as chances de classificação para as fases finais.
Escalação

O técnico Vágner Mancini iniciou o duelo contra os uruguaios com a seguinte escalação: Cássio (capitão); Mandaca, Bruno Méndez, Gil, Fábio Santos; Xavier, Roni, Camacho; Gustavo Silva, Mateus Vital e Jô. Ainda estavam no banco de reservas: Matheus Donelli, Lucas Piton, Otero, Léo Santos, Cauê, Léo Natel, Araos, Adson, Rodrigo, Raul, Gabriel Pereira e Vitinho.

Bola em jogo!
A partida começou com o Corinthians tocando bola no meio de campo, mas sem criar chance de gol, e logo no primeiro ataque adversário, conseguiram abrir o placar. Em escanteio na área, o time do Peñarol conseguiu o cabeceio, fazendo 1 a 0.
Aos 12, conseguiram ampliar. Em troca de passes errada do Corinthians, os uruguaios roubaram a bola e conseguiram ataque rápido pela lateral da zaga corinthiana para fazer 2 a 0.
Com a vantagem no placar, a equipe uruguaia começou a jogar no contra ataque, e levou perigo novamente aos 18 minutos. O Corinthians tinha a posse de bola, mas muita dificuldade para criar oportunidades ofensivas.
Gustavo Silva fez boa jogada aos 23 minutos, mas a zaga conseguiu cortar o passe que chegaria para Jô.
Aos 29, a melhor jogada do Timão até então. Camacho lançou Gustavo Silva em bola dividida. O zagueiro furou, e o camisa 19 chutou rasteiro, para ótima defesa do goleiro.
O Corinthians alterou a formação tática aos 35 minutos, quando Xavier recuou e virou um terceiro zagueiro, ajudando na saída de bola. Após a troca, começou a ficar mais com o domínio de bola, mas ainda sem criar grandes chances.
Mais tarde, aos 41, Roni recebeu bom passe de Gustavo Silva e finalizou cruzado no alto. A bola raspou o travessão e foi para a linha de fundo. Esta foi a última oportunidade ofensiva do Alvinegro.
Segundo tempo
O Timão voltou com alteração pro segundo tempo, buscando uma ofensividade maior. Xavier saiu e deu lugar a Otero. E deu resultado nos primeiros minutos, quando conseguiu manter a bola no campo adversário, mas aos 7, um contra ataque deu um banho de água gelada ainda maior. Era o terceiro gol uruguaio.
Aos 12, Otero conseguiu acertar a trave em uma falta lateral. O atacante bateu praticamente sem ângulo e quase surpreendeu o goleiro adversário, e no rebote, Gil finalizou por cima do gol.
O Corinthians fez mais duas alterações aos 15, quando Léo Natel e Lucas Piton entraram nos lugares de Jô e Mateus Vital, respectivamente.
Aos 23, o quarto gol do Peñarol. Em outra cobrança de escanteio, a zaga corinthiana afastou a bola, mas no rebote ela sobrou pro atacante uruguaio ampliar a vantagem.
Logo em seguida, Adson entrou no lugar de Camacho.
Piton fez ótima jogada aos 38 minutos, quando recebeu lançamento de Otero, deu lindo drible e finalizou forte, mas a bola passou na lateral do gol uruguaio. Esta foi a última grande chance do Timão no jogo, encerrando assim a partida. Peñarol 4 x 0 Corinthians.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here