Home Política Nacional Comissão debate falhas no combate à exploração sexual de crianças durante a...
fullinterna_2


Comissão debate falhas no combate à exploração sexual de crianças durante a pandemia

| Por


photographee.eu/Depositphotos
Segurança - violência doméstica - crianças abusadas - violência - estupro - conselho tutelar - Criança segura ursinho
18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados promove audiência pública na próxima segunda-feira (17) com o tema “Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.

O 18 de maio é a data instituída como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em homenagem à menina Araceli, que teve todos seus direitos violados e foi assassinada aos oito anos de idade, em 18 de maio de 1973.

A reunião será no plenário 5, às 10 horas, e poderá ser acompanhada de forma interativa.

Foram convidados para o debate:

– representante do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, Karina Peixoto;
– representante da Rede Ecpat Brasil, Amanda Ferreira;
– a conselheira tutelar em Porto Alegre (RS), Terezinha Maria Woelffel Vergo;
– o desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, dr. José Antônio Daltoé Cezar; e
– representante da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

Orçamento não executado
A deputada Maria do Rosário (PT-RS), que pediu audiência, disse que o encontro  pretende discutir o abandono de políticas em defesa da criança e do adolescente pelo governo federal.

“O atual Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos não executa o orçamento na área da infância, o que colocou os programas de proteção à infância e combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes em risco. Mesmo na pandemia, o orçamento do MFDH vem sendo constantemente diminuído, e as ações deste órgão têm sido insuficientes para combater as violações de direitos humanos das crianças e adolescentes”, disse Maria do Rosário.

Da Redação – RS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here