Home Editorias Agricultura ATeG Café: crescimento para cafeicultor de Ervália (MG)
fullinterna_1
fullinterna_2


ATeG Café: crescimento para cafeicultor de Ervália (MG)

| Por


Ramon Franco da Cruz, de Ervália, começou a sua lavoura há três anos com 5 mil pés de café. Após dois anos no Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Café, do Sistema FAEMG/SENAR/INAES, tem 12.500 pés. O acompanhamento proporcionou crescimento com qualidade e aumento da produtividade.

Na última safra, foram colhidas 33 sacas por hectare e, neste ano, a previsão é chegar a cerca de 38 sacas por hectare. Ramon também investiu na melhoria da pós-colheita construindo um terreiro de cimento e um galpão para armazenamento, conseguindo, assim, aumentar os lucros.

ATeG Café: crescimento para cafeicultor de Ervália (MG) - SENAR MINAS
Primeiros cinco mil pés de café

O técnico de campo Pedro Silva Filho destaca que os avanços conquistados são consequência da dedicação, comprometimento e da busca por conhecimento do cafeicultor. “Hoje, ele sabe a importância do planejamento para a cafeicultura, escolhe variedades produtivas e, ao mesmo tempo, resistentes a doenças e se preocupa em ter variedades com períodos diferentes de maturação do café para otimizar a colheita feita com mão de obra familiar”, explicou.

Ramon também tem feito pequenos lotes de cafés especiais. Para isso, construiu terreiro suspenso cobert e experimentou a fermentação natural. Os cafés alcançaram 84 e 86 pontos, respectivamente, garantindo um lucro 40% maior em relação ao café tradicional no último ano. 

Educação

Além do ATeG, Ramon participa de cursos do Sistema FAEMG/SENAR/INAES, e o conhecimento transformou a propriedade e a vida do jovem, que, hoje. enxerga o potencial econômico do campo. Incentivado pelo técnico, o produtor se formou como técnico em cafeicultura pelo Instituto Federal do Sul de Minas em 2020. “Agora tenho a teoria aliada à prática e toda a assistência que o Sistema proporciona para seguir na atividade”, comentou.

Assista o depoimento do cafeicultor sobre as mudanças conquistadas com o ATeG:

Fonte: CNA Brasil

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here