Home Destaque Assassino de jovem encontrado em cova de cemitério o matou por ser...
fullinterna_3
fullinterna_3
fullhome_1

Assassino de jovem encontrado em cova de cemitério o matou por ser irmão de PM


| Fonte: Da Redação NMT com UN
assassino
Mateus foi localizado em uma cova, pouco antes de um sepultamento ser feito na mesma. Antes de receber um tiro, o jovem teria sido torturado. Foto - Reprodução

O assassino de Mateus Reato, de apenas 19 anos e que foi barbaramente morto a base de tortura, tiro na cabeça e teve seu corpo jogado em uma cova de cemitério, no último fim de semana, já foi preso na mesma Porto dos Gaúchos – MT.

O delegado João Antônio Batista Ribeiro Torres, responsável pelo caso, disse à imprensa local que a motivação do crime pode ter sido uma retaliação pelo simples fato de Mateus ser irmão de policial militar.

“A polícia trabalha com algumas linhas. Tudo indica ser uma eventual retaliação e teria matado esse jovem. Ainda temos outras linhas, contudo existe sigilo para o êxito das investigações”.

O corpo de Mateus, que trabalhava em um posto de gasolina e era uma figura bem conhecida na cidade do interior, foi localizado no momento em que um sepultamento seria feito, onde exatamente a cova em que ele foi depositado seria a do enterro.

Um investigador de Polícia Civil informou que ele foi baleado na cabeça possivelmente por tiro de revólver calibre 38 e havia lesões indicando tortura. O suspeito foi pego nas proximidades da delegacia, pouco tempo após o corpo ser encontrado.

Ainda de acordo com a polícia, o acusado já responde por um homicídio e preferiu ficar em silêncio durante o interrogatório. O delegado afirmou ainda que uma testemunha disse ter visto tanto o suspeito como vítima em discussão na porta do cemitério, de madrugada.

A vítima teria sido obrigada a entrar no local e, logo após, foi ouvido um disparo de arma de fogo. O suspeito, segundo consta, já se preparava para tentar fugir da cidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here