Home Destaque Mauro pede hoje (17) a Pazuello para MT poder comprar vacinas diretamente
fullinterna_3
fullinterna_3
fullhome_1

Mauro pede hoje (17) a Pazuello para MT poder comprar vacinas diretamente


| Fonte: Da Redação NMT com Só Notícias
Mauro
Segundo Mendes, a liberação para os estados "aumentaria a velocidade com que seriam distribuídas (as vacinas) no território brasileiro”. Foto - Assessoria

O governador Mauro Mendes (DEM) vai participar, nesta quarta-feira (17), de uma reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para discussão sobre a pandemia de coronavírus, em especial, o plano nacional de imunização. Mauro disse, em entrevista à rádio CBN, que pretende levar um pedido particular ao ministro para que Mato Grosso e “outros estados que tenham condições” possam comprar, por conta própria, as vacinas contra a covid-19.

“O que a gente espera é que haja celeridade em termo de datas para que possamos passar isso à população brasileira. E eu, particularmente, vou pedir ao ministro para que libere ou que ajude na negociação com os laboratórios para que os Estados possam comprar as vacinas. Isso aumentaria a velocidade com que seriam distribuídas no território brasileiro”, disse Mendes.

Mauro lamentou ainda o atraso na entrega das vacinas contra o coronavírus e confirmou que algumas cidades de Mato Grosso já suspenderam a imunização. “Isso não é novidade para ninguém. Lamentavelmente, a gente sabe que houve uma perda de tempo lá no segundo semestre de 2020, quando o plano nacional de imunização não foi corretamente ativado para que pudesse comprar e disponibilizar as vacinas. Talvez, não se acreditava nas vacinas. Teve cidades que receberam 30 doses. Então, você cria expectativa e não consegue corresponder. É lamentável porque isso traz grandes consequências”.

O governador de Mato Grosso também foi questionado pelos jornalistas Vera Magalhães e Rodrigo Bocardi sobre um possível descontentamento com a atuação do ministro Eduardo Pazuello e desconversou. “Olha, eu particularmente não quero entrar nessa seara. O foco  das nossas energias tem que ser correr atrás de vacinas, comprar vacinas e fazer chegar à população brasileira. Acho que o presidente Bolsonaro tem que fazer essa avaliação. Se o ministro está a contento ou não. Basta olhar para o horizonte da população e ver o que a maioria está enxergando. Eu não quero botar lenha na fogueira. É o momento de voltarmos a nossa energia para o que importa”, comentou Mauro.

A reunião com o ministro está marcada para às 15h e será realizada de forma virtual. Segundo Mauro, cerca de 25 governadores já confirmaram presença.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here