Home Editorias Mato Grosso COVID | Rondonópolis tem 1.500 casos a mais que VG, que registra...
fullinterna_3
fullinterna_3
fullhome_1

COVID | Rondonópolis tem 1.500 casos a mais que VG, que registra mais mortes


| Fonte: Da Redação NMT
Rondonópolis Várzea Grande
Enquanto que a proliferação do vírus em Rondonópolis é assustadoramente maior, em Várzea Grande o percentual de mortes é o que chama atenção. Foto - Reprodução

Até o momento, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, Rondonópolis soma 16.270 casos de COVID-19 na pandemia, enquanto Várzea Grande tem 14.672 testes positivos.

A diferença de 1.598 casos chama atenção, sobretudo quando analisada pela ótica da quantidade de gente que reside em cada uma das cidades.

Enquanto que, segundo estimativas do IBGE, Várzea Grande fechou 2020 com 287.526 habitantes, Rondonópolis virou o ano com 236.042 munícipes.

A diferença de quase 51.500 pessoas entre as duas mostra o tamanho do problema na maior cidade do interior. Em outras palavras, a cada mil rondonopolitanos 70 já foram infectados.

Esse percentual em Várzea Grande é mais brando. A cada mil pessoas na cidade, 50 já testaram positivo. A doença, contudo, é menos letal em Rondonópolis.

Morreram 509 pessoas nos hospitais de Rondonópolis entre os 16.270 infectados. Já em Várzea Grande, foram 631 óbitos registrados dentre os 14.672 pacientes.

O percentual de letalidade de Várzea Grande então fica em 4,3%, com Rondonópolis contabilizando 3,13% dos positivados não resistindo.

A cidade com maior número de infectados segue sendo Cuiabá, com 48.614 casos, até esta terça-feira (9). Na capital, já morreram quase 1.400 pessoas, o que configura uma letalidade abaixo de 3%.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here