Home Cuiabá Parceria com CBF beneficiará esporte e fortalecerá programas sociais em MT
fullinterna_3
fullinterna_3
fullhome_1

Parceria com CBF beneficiará esporte e fortalecerá programas sociais em MT


| Fonte: Da Redação NMT com Assessoria
CBF
Senador Wellington esteve na CBF para agilizar reinauguração do Dutrinha, buscar projetos sociais e celebrar a subida do Cuiabá E.C à Série A. Foto - Assessoria

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) demonstrou grande interesse em desenvolver trabalhos sociais em Mato Grosso, ao mesmo tempo em que fortalece o esporte local. Após a subida do Cuiabá Esporte Clube à Série A do Brasileirão, a CBF convidou o senador Wellington Fagundes (PL-MT) para uma reunião nesta segunda-feira, 8, junto ao secretário-geral da instituição, Walter Feldman.

CBF
Reunião na CBF encaminhou boas notícias para MT. Foto – Assessoria

Segundo o secretário, a CBF está à disposição para, junto à Federação Mato-Grossense de Futebol, definir projetos com viés social e agilizar a reinauguração do estádio Eurico Gaspar Dutra, o “Dutrinha”, pela prefeitura de Cuiabá.

“O senador Wellington Fagundes já é um antigo parceiro da CBF nas lutas pelo futebol brasileiro, tendo contribuído conosco no desenvolvimento de projetos e pareceres junto ao Senado Federal, com quem mantivemos um ótimo contato nos últimos 6 anos. Agora, pretendemos deslanchar com essa relação”, declarou Feldman.

Acompanhado do senador Carlos Portinho (PL-RJ), Wellington reiterou apoio ao projeto que dá origem à Lei Clube-Empresa (PL 5516/19), permitindo que os clubes brasileiros optem por deixarem de ser associação para se tornarem empresa, com vantagens tributárias e renegociação de dívidas. O projeto será relatado no Senado por Portinho, que é advogado e já foi vice-presidente jurídico do Flamengo, além de ter defendido processos do Fluminense e do União Esporte Clube nos tribunais desportivos.

Para Wellington, o apoio da CBF à Federação Mato-Grossense de Futebol é fundamental para ampliar o uso social das arenas, desenvolver propostas que visam acolher crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e fomentar o lazer e o turismo não só na capital, mas em todas as regiões do Estado.

“Sabemos que o futebol muda vidas, gera empregos e desenvolve comunidades. Não somente aquelas onde estão os nossos craques famosos, mas principalmente na base, favorecendo a cidadania e permitindo uma ocupação de qualidade à nossa juventude”, afirmou Fagundes.

Há duas semanas, o Cuiabá Esporte Clube colocou Mato Grosso na série A do Campeonato Brasileiro após um jejum de 35 anos. Antes dele, o último time do Estado a disputar a primeira divisão foi o Operário de Várzea Grande, em 1986. A subida do “Dourado”, segundo o senador Wellington Fagundes, é motivo de orgulho e “fomenta os sonhos da moçada”, afastando a juventude de todo o tipo de violência.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here