Home Editorias Brasil Rodrigo Pacheco confirma favoritismo e é o novo presidente do Senado
fullinterna_3
fullinterna_3
fullhome_1

Rodrigo Pacheco confirma favoritismo e é o novo presidente do Senado


| Fonte: Da Redação NMT com UOL
Pacheco
Pacheco cumprimentando Alcolumbre, fundamental em sua vitória. Foto - GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDO

Aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), apadrinhado pelo senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) e aliado do PT, o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) confirmou o favoritismo e se elegeu como o novo presidente do Senado já no primeiro turno da eleição, nesta segunda (1).

Foram 57 votos para Pacheco contra 21 para Simone Tebet (MDB-MS). Não votaram os senadores Jaques Wagner (PT-BA), Jarbas Vasconcelos (MDB-PE) e Chico Rodrigues (DEM-RR). Os dois primeiros justificaram a ausência por motivos de saúde. O último está licenciado do mandato depois do episódio em que foi flagrado pela Polícia Federal com dinheiro na cueca.

Pacheco construiu uma base de apoio sólida, de ao menos 10 partidos, tanto governistas quanto da oposição, como o PT e a Rede. Alcolumbre foi o principal articulador da campanha do sucessor.

Uma estratégia da campanha do mineiro  foi costurar apoios antes mesmo que o MDB tivesse lançado um candidato. Quando Simone foi anunciada, bancadas partidárias que ela tinha como apoios certos já estavam rachadas, como o Podemos e o PSDB.

A pá de cal à candidata aconteceu quando parte do MDB preferiu se aliar a Pacheco e a Alcolumbre em busca de melhores cargos no Senado aos quais provavelmente não teriam acesso se continuassem apoiando Simone. Pacheco discursou falando em soberania do parlamento.

“Não haverá nenhum tipo de influência externa capaz de influenciar a vontade livre e autônoma dos senadores. A busca do consenso haverá de ser uma tônica, mas há instrumentos e procedimentos próprios da democracia para se extrair uma conclusão. A conclusão que advenha da vontade da maioria”, ressaltou Pacheco.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here