Home Destaque Estuprador de MT argumenta para polícia que vítima era prostituta
fullinterna_3
fullinterna_3
fullhome_1

Estuprador de MT argumenta para polícia que vítima era prostituta


| Fonte: Da Redação NMT
estuprador
Suspeito é reincidente do crime de estupro, roubo, furto e portador de tornozeleira eletrônica. Ele quase foi linchado por populares. Foto - Reprodução

Wallef Santiago Caldas da Silva, de 25 anos, reincidente do crime de estupro, roubo, furto e portador de tornozeleira eletrônica, teria feito uma nova vítima, em Várzea Grande, nesta madrugada (1). Pego pela polícia, argumentou que a mulher era prostituta.

Ele aproveitou uma porta entreaberta, que uma mulher deixou aguardando a chegada de uma amiga, entrou na residência e encontrou a vítima adormecida. Quando a mesma acordou, Wallef estava nú, com uma faca e sob ameaça a estuprou, segundo sua versão.

Logo após o criminoso terminar o ato, a vítima afirma que gritou por socorro, quando foi agredida e arrastada pelos cabelos. Diante dos seus gritos, vizinhos invadiram a casa e começaram a agredir o suspeito, que conseguiu fugir por uma região de matagal.

Segundo narra a vítima, Wallef ainda levou seu celular e R$ 100 em dinheiro. A polícia agiu rápido e conseguiu localizar o suspeito, que na delegacia, em depoimento, afirmou que os tais R$ 100 eram dele para pagar o programa da mulher, que seria prostituta, conforme defendeu-se.

O caso é investigado pela Delegacia da Mulher.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here