Home Editorias Geral Casa de vereadora do PSOL é alvejada com dois tiros
fullinterna_3
fullinterna_3
fullhome_1

Casa de vereadora do PSOL é alvejada com dois tiros


| Fonte: Da Redação NMT com Terra
tiros

A casa da covereadora da bancada feminista do PSOL em São Paulo, Carolina Iara, foi alvejada com ao menos dois tiros durante a madrugada do último dia 26, informam representantes do grupo.

A representante, que mora na zona leste da capital paulista, registrou a ocorrência no Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.

“Sofri atentado político ontem, com tiros disparados na madrugada, em frente de casa. Eu e minha família estamos bem, mas uma covereadora travesti foi ameaçada! Mas não vão me calar. Tô bem e agradeço a solidariedade de todes pelo grande apoio”, escreveu em sua conta no Twitter nesta quarta-feira (27).

Para a bancada, trata-se de um “crime político”, pois Iara é uma das maiores liderança dos movimentos de pessoas transexuais. No momento dos disparos, a covereadora estava dormindo e ninguém se feriu com a ação.

A bancada feminista do PSOL foi a primeira a se eleger em mandato coletivo para a Câmara de Vereadores em São Paulo, com mais de 46 mil votos.

Para a ONG Oxfam Brasil, “esse foi mais um caso de violência política contra uma mulher negra eleita no país”.

“O atentado que sofreu a covereadora Carolina Iara, do PSOL de São Paulo, eleita pela Bancada Feminista – dois tiros foram disparados em direção à sua casa – merece investigação rigorosa por parte das autoridades policiais e medidas urgentes de segurança devem ser tomadas para proteger a covereadora e sua família”, diz a nota.

O comunicado lembra ainda que, desde as eleições municipais do ano passado, “vários casos de violência política contra mulheres negras estão sendo noticiados, mas pouco se sabe das investigações e soluções para evitar que outras mulheres também se tornem vítimas”. .

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here