Home Destaque “Vamos conviver com pandemia por muitos meses”, diz secretário de MT
fullinterna_3
fullinterna_3
fullhome_1

“Vamos conviver com pandemia por muitos meses”, diz secretário de MT


| Fonte: Da Redação NMT
secretário
Secretário de Saúde de MT projeta problema longe do fim no Brasil, enquanto não houver produção local ou compra em massa de vacina. Foto - Crhistiano Antonucci

Apesar da chegada já de duas remessas de vacinas contra a COVID-19 no estado, o secretário de saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, não mostra muita empolgação na possibilidade de dar fim à pandemia tão logo.

Segundo o chefe da pasta que comanda todo o plano de vacinação no estado, com a timidez numeral que as remessas vêm se apresentando não será possível imaginar um cenário diferente do que se tem agora a curto prazo.

“Para que a gente possa ter uma imunização de rebanho, precisa vacinar no mínimo 60% da população. O Plano Nacional de Imunização da Covid, publicado pelo Ministério da Saúde, prevê vacinar 19% da população (inicialmente) (…) Então,  acredito que vamos ter vacina acontecendo até o final do ano e vamos conviver com essa pandemia por muitos meses”, projetou.

Questão de articulação

Figueiredo explica que podem existir variáveis na questão e tudo vai ser resumido na capacidade do Brasil em negociar a compra de novas imunizantes ou de produzir suas próprias vacinas.

Temos que torcer para que haja capacidade de produção ampliada tanto do Butantan quanto da Fiocruz e que o Governo Brasileiro também consiga fazer a importação de outras vacinas (…) Inclusive, em Mato Grosso temos recursos. Mas enquanto não tem a vacina em quantidade suficiente, precisamos alongar o período de vacinação”, detalhou.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here