Home Chicote Governo de MT define vacina de oxford só para a “linha de...
fullinterna_3
fullinterna_3
fullhome_1

Governo de MT define vacina de oxford só para a “linha de frente”


| Fonte: Da Redação NMT com Assessoria
vacina de oxford
Secretário de saúde de MT confirma que as 24 mil doses que chegaram ao estado irão unicamente para quem atue no combate direto ao vírus. Foto - Assessoria

As 24 mil doses da “vacina de oxford/Astrazeneca”, que chegaram, neste fim de semana, a Mato Grosso serão integralmente disponibilizadas a trabalhadores da saúde que atuem na linha de frente da pandemia, informou o Governo do Estado, neste domingo (24).

Diferente da primeira remessa – em que foram encaminhadas 126 mil doses para imunizar cerca de 63 mil pessoas, com 2 doses para cada -, neste lote o Ministério da Saúde decidiu encaminhar os imunizantes relativos especificamente à primeira dose, de forma que todo o quantitativo será utilizado na primeira aplicação.

Eficácia

Segundo a direção da FIOCRUZ, que em breve deve começar a produzir a imunizante no país, o que é feito hoje na Índia, somente com a primeira aplicação foi observada uma eficácia de mais de 80% da vacina em um intervalo de 120 dias.

“Vamos trabalhar muito para intensificar o ritmo da campanha de vacinação. É importante reforçar que essas vacinas serão utilizadas prioritariamente para imunizar os trabalhadores da saúde à frente do combate ao coronavírus”, disse o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Planejamento logístico

Para diferenciar a nova remessa da CoronaVac que já foi distribuída, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) irá elencar junto ao Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso (Cosems-MT) o público prioritário que integra o grupo de trabalhadores da saúde.

Depois do alinhamento, será feita a distribuição proporcional aos municípios. No momento, as equipes da Vigilância Estadual trabalham na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes e no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios.

“O Estado repetirá toda a logística que já foi desenhada para a distribuição das doses da CoronaVac, contando com o apoio das equipes de segurança”, concluiu o secretário adjunto de Vigilância à Saúde em exercício, Oberdan Coutinho Lira.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here