Home Chicote Rondonópolis segue registro de mais de uma morte por dia de COVID
fullinterna_3
fullinterna_3
fullhome_1

Rondonópolis segue registro de mais de uma morte por dia de COVID


| Fonte: Da Redação NMT
óbitos Rondonópolis COVID
A taxa de infecção na cidade mostra que o vírus tem se proliferado mais em Rondonópolis do que a média estadual. Foto Ilustração - Nelson Almeida/AFP

A cidade com maior população do interior de Mato Grosso não tem conseguido baixar a média de uma morte por dia em virtude da COVID-19.

No último dia 13, por exemplo, eram 444 óbitos na cidade, número que já soma 455, neste sábado (23), dez dias depois.

50% abaixo do pico

Os registros, entretanto, são mais brandos que no “pico” da chamada “primeira onda” da doença.

Em 18 de agosto, por exemplo, a cidade tinha 217 mortos e em dez dias depois, em 28 de agosto, os óbitos já tinham saltado para 239.

As 22 vítimas no intervalo citado de 2020 apontavam para uma média de mais de duas mortes por dia, um problema duplamente mais grave que o atual.

As últimas 24 horas, aliás, foram de alento, já que nenhuma morte foi contabilizada na cidade.

Ocupação de UTI

A taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva – UTI pra doença, todavia, seguem acima de 90%, segundo o boletim epidemiológico da cidade deste sábado (23).

As 10 vagas de UTI do Hospital Regional estão ocupadas por infectados, enquanto que nas 20 disponíveis na Santa Casa existem 17 pacientes em tratamento.

Mais mulheres pegam, mais homens morrem

Dos 17.209 casos já confirmados na cidade, desde o início da pandemia, 52,6% dos pacientes são mulheres.

Já a porcentagem de óbitos, todavia, mostra que homens foram 61,5% dos 455 casos fatais, até o momento.

Recentemente, uma reportagem do G1 mostrou que a taxa de infecção na cidade mostra que o vírus tem se proliferado mais em Rondonópolis do que a média estadual.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here