Home Editorias Brasil Bancada federal de MT fica dividida em eleição da Presidência da Câmara
fullinterna_3
fullinterna_3

Bancada federal de MT fica dividida em eleição da Presidência da Câmara


| Fonte: Da Redação NMT

Os oito votos de Mato Grosso na eleição da nova Presidência da Câmara dos Deputados, prevista para ocorrer em 2 de fevereiro, devem estar totalmente rachados entre os dois principais postulantes do pleito.

Enquanto Nelson Barbudo (PSL), José Medeiros (Podemos), Dr. Leonardo Albuquerque (SD) e o líder da bancada, Neri Geller (PP), por coerência partidária, têm tudo para ir fechar questão com Arthur Lira (PP), candidato do Governo Bolsonaro, o restante está com Baleia Rossi (MDB).

Articulações
 

Rosa Neide (PT) segue o direcionamento nacional do seu partido, que em maioria se inclinou para o emedebista, recentemente. Já Juarez Costa e Carlos Bezerra, ambos do MDB, serão fiéis à legenda, enquanto Emanuelzinho (PTB) também já confirmou que tá fechado com Baleia, muito amigo do pai, Emanuel Pinheiro (MDB), prefeito de Cuiabá.

Maia x Bolsonaro

Baleia é o candidato do grupo político do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM), o que acirrou ainda mais o relacionamento já conturbado entre Maia e Bolsonaro, que tem trabalhado por Lira. Embora muitos partidos ainda não se definiram em relação a seus apoios, Rossi tem ganhado mais força na queda de braço de bastidores.

Fechamentos partidários 

O nome do MDB tem, além do seu forte partido, já ganhou o “ok” do PT, PSL, MDB, PSB, PSDB, DEM, PDT, Cidadania, PV, PCdoB e Rede, enquanto Lira tem o seu PP, PL, PSD, Republicanos, Pros, Patriota, PSC e Avante.

Posicionamentos individuais 

Barbudo, que nos desentendimentos Luciano Bivar (PSL) x Jair Bolsonaro preferiu ficar do lado do primeiro, é o que causa agora a maior polêmica entre os mato-grossenses ao ignorar o fechamento da direção nacional do seu partido pra ir com Lira. Medeiros, por sua vez, se antecipou à definição do Podemos, que ainda não fechou questão, assim como fez Leonardo.

Azarões

Outras candidaturas coadjuvantes também devem ser registradas, lideradas pelos parlamentares Capitão Augusto (PL-SP), Fábio Ramalho (MDB-MG) e André Janones (Avante-MG).

 

 

1 COMMENT

  1. É claro que nesse balaio não tem puros nem imaculados! No entanto, para onde vai PT, PMDB que estão com o “BOTAFOGO” é provável que a bandidagem esteja aprontando.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here