Home Editorias Agricultura Deputado Nininho destaca o equilíbrio fiscal de MT para conquista de investimentos
fullinterna_3
fullinterna_3

Deputado Nininho destaca o equilíbrio fiscal de MT para conquista de investimentos


| Fonte:
Nininho

Com a provação do projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) 2021 nesta terça-feira, o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, ressalta que o Governo do Estado, vai avançar ainda mais nos projetos em andamento e novos. A peça orçamentária recebeu 314 emendas parlamentares, das quais, 67 foram rejeitadas e 247 aprovadas. A LOA agora segue para sanção ou veto de algumas emendas.

De acordo com o parlamentar, a projeção do governo é de um orçamento de R$ 22,114 bilhões para 2021. Em 2020 o orçamento foi de R$ 20.328.195.378 bilhões, com aumento de 10,2% em relação ao ano anterior.

O deputado ressalta que, com mais recursos o governador Mauro Mendes terá mais subsídios para trabalhar e fazer muito mais pelo Estado.

“Serão investidos 2,1 bilhões, podemos dizer que é um dos maiores investimentos em Mato Grosso. Em dois anos alcançamos inúmeras conquistas nas áreas de Infraestrutura, Educação, Saúde, Segurança Pública, sem falar nos investimentos nas entidades, como é o caso do Intermat na conclusão de processos de títulos definitivos e registros”, pontuou Nininho.

Nininho lembrou o início do mandato do atual governo. “Foi preciso tomar decisões difíceis, alguns segmentos e a população não compreenderam naquele momento, mas valeu a pena, pois todos os municípios serão contemplados com os projetos do Mais MT, que vai estimular o desenvolvimento socioeconômico. O Estado conseguiu retomar a capacidade de investimentos após a conquista do equilíbrio fiscal, isso é uma conquista para toda população”, ratificou.

O deputado ainda lembrou o repasse do Auxílio Financeiro de Fomento a Exportações (FEX), do total de R$ 660 milhões, Mato Grosso foi contemplado com 20% do montante. “Esse é mais um recurso que vai alavancar os investimentos em nosso estado”, destacou Nininho.

Mato Grosso é um dos estados mais beneficiados pelos recursos do FEX, que é a primeira compensação feita por conta da Lei Kandir, desonerando o Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) sobre exportações de produtos primários e semielaborados.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here