Home Chicote RONDONÓPOLIS : Ação integrada fiscaliza as aglomerações em casas noturnas
fullinterna_3
fullhome_1

RONDONÓPOLIS : Ação integrada fiscaliza as aglomerações em casas noturnas


| Fonte:
aglomerações

Equipes da Vigilância Sanitária, Conselho Tutelar, GASP – Gabinete de Apoio a Segurança Pública e Polícia Militar Ambiental, realizaram no fim de semana, uma fiscalização a pelo menos oito casas noturnas da cidade onde segundo denúncias, estaria havendo aglomerações e desrespeito ao Decreto Municipal nº 9.682 de 03 de setembro de 2020, que disciplina a abertura e funcionamento deste tipo de empresa, condicionando a lotação máxima de 150 pessoas em ambientes fechados, e, 300 pessoas em ambientes abertos ou eventos realizados ao ar livre.

Autoridades endurecem com aglomerações

Conforme relatos da gerente do Departamento de Saúde Coletiva da Secretaria Municipal de Saúde, Gil Machado, a fiscalização visitou oito estabelecimentos comerciais, mas em apenas dois conseguiu realizar o flagrante de excesso de pessoas e aglomeração. Nas demais casas, provavelmente por terem sido alertadas por frequentadores, a fiscalização não conseguiu o flagrante do desrespeito a legislação. Todavia, os dois estabelecimentos flagranteados, foram notificados, autuados e fechados.

Por conta do aumento significativo nos indicadores de casos de Covid 19 na cidade nas últimas semanas, a Vigilância Sanitária e, Epidemiológica deverá continuar as fiscalizações no sentido de coibir abusos e, a disseminação do Coronavírus bem como, a ampliação do contágio da doença.
A propósito, desde o início da pandemia, a Vigilância Sanitária já visitou mais de 800 empresas na cidade, das quais, cerca de 300 delas foram notificadas por conta da confirmação de contaminação de pessoas pelo coronavírus.

A preocupação se justifica no fato de que por conta destas inobservações das condutas de segurança e distanciamento social, onde as pessoas; principalmente as mais jovens, não vem levando a sério a gravidade da situação da pandemia do Coronavírus e tem lotado estabelecimentos, casas noturnas, bares e lanchonetes, sem os devidos cuidados de distanciamento social.

Onde tiver aglomerações vamos fechar

A gerente acredita que infelizmente esse comportamento inconsequente vai, invariavelmente trazer sérias consequências para a saúde pública como um todo em curto espaço de tempo. E isso, já está começando a acontecer conforme o aumento significativo dos indicadores de contaminação pelo Coronavírus e registros de óbitos por Covid-19, não apenas em Rondonópolis, mas, no Brasil e, no mundo todo.

“Ao realizarmos estas fiscalizações, nós estamos trabalhando com a preocupação de preservação das vidas das pessoas. Não temos o objetivo de cercear a liberdade de ninguém, mas é preciso que as pessoas tomem os cuidados necessários e adotem as medidas necessárias para se protegerem e protegerem os seus entes queridos. Esses jovens que vão as baladas e eventos noturnos, mas que não se previnem, não se cuidam usando as máscaras de proteção correm o risco de levar a doença para casa e contaminar os seus familiares mais idosos (pais, avós etc.), muitas vezes são portadores de comorbidades e que poderão ter sua saúde comprometida e agravada chegando até a casos de óbitos”, explicou Gil Machado.

E ela ainda pede: “vamos nos proteger, a vida é muito valiosa para ser desperdiçada”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here