Home Editorias Brasil Deputado Claudinei recebe informações sobre o quadro efetivo da segurança pública de...
fullinterna_3
fullhome_1

Deputado Claudinei recebe informações sobre o quadro efetivo da segurança pública de MT


| Fonte:
claudinei
Os deputados Claudinei e Elizeu em visita no polo regional de Vila Rica

O deputado estadual e presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Delegado Claudinei (PSL), solicitou informações a respeito da quantidade do efetivo da Polícia Judiciária Civil (PJC), Polícia Militar (PM), Sistema Penitenciário e Corpo de Bombeiros Militar (CBM) para a Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp) para ter uma percepção do quadro pessoal de servidores da segurança pública.

Com as visitas aos 13 polos regionais da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) de Mato Grosso, neste ano, a Comissão de Segurança identificou a carência de profissionais em grande parte das instituições. “Realizamos o devido levantamento das necessidades das forças de segurança e, realmente, a falta de efetivo foi um aspecto que realmente despertou a nossa atenção. Principalmente, em relação a polícia civil e militar que não tem concursos públicos há um bom tempo. São servidores que já se aposentaram ou estão licenciados”, explica Claudinei.

Quantitativo

O secretário Alexandre Bustamante da Sesp, encaminhou ofício ao parlamentar, com as devidas informações sobre o quantitativo de servidores ativos e inativos, no início deste mês de dezembro. Atualmente, a segurança pública de Mato Grosso conta com a atuação de 2.983 policiais civis, 7.275 militares, 1.352 bombeiros e 2.620 policiais penais.

“Precisávamos ter essa referência para compreender melhor a falta de profissionais nas instituições. Tanto que estamos apresentando emendas à Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021 para o lançamento de editais para concursos públicos que visa atender as policiais civil e militar, bombeiros e a Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica)”, ressalva o presidente da Comissão de Segurança Pública.

Em relação a quantidade de servidores inativos, foi informado que são 1.610 policiais civis, 3.122 militares, 393 bombeiros e 58 policiais penais. “Estamos propondo na LOA a nomeação dos aprovados no concurso público do Sistema Penitenciário. É necessário o reforço de pessoal, pois identificamos que há falta de profissionais nas unidades penitenciárias e cadeias públicas que visitamos”, salienta Claudinei.

Risp – A Comissão deu início às visitas aos polos regionais em junho deste ano. Foram visitados Barra do Garças, Primavera do Leste, Rondonópolis, Nova Mutum, Cáceres, Água Boa, Juína, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra, Alta Floresta, Guarantã do Norte, Sinop e Vila Rica.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here