Home Destaque Deputados aprovam emendas para dois novos hospitais regionais
fullinterna_3

Deputados aprovam emendas para dois novos hospitais regionais


| Fonte:
emendas

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) aprovou nesta quarta-feira (16), uma emenda aditiva ao Projeto de Lei nº 913/2020, da Lei Orçamentária Anual 2021, que trata sobre construção e reforma dos estabelecimentos de saúde do estado.

A importância da ação dos deputados

Os deputados estaduais Paulo Araújo (Progressistas) e Dr. João (MDB) apresentaram as emendas com intuito de beneficiar a área da saúde do médio-norte de Mato Grosso, que anteriormente não havia sido contemplada.

Paulo Araújo explicou que a decisão de priorizar uma parte dos investimentos da área saúde no valor de R$ 20 milhões para os municípios de Tangará da Serra (distante 244 km de Cuiabá) e Juína (distante 742 km de Cuiabá) foi com a finalidade de garantir a construção de dois hospitais regionais. “A nossa intenção é melhorar a saúde e promover maior agilidade nos atendimentos, que, por falta de estrutura no local, estes pacientes acabam se deslocando a Cuiabá para receber atendimentos médicos”, observou o progressista.

Araújo justificou ainda que na Lei Orçamentária Anual (LOA) foi disponibilizado o valor de R$ 142 milhões para construção e reforma dos estabelecimentos assistenciais de saúde de 11 municípios da região sul do estado, entretanto o parlamentar apontou que a parte para o médio-norte é essencial para a região. “O que buscamos é articular junto ao governo estruturas de saúde que possam estar cada vez mais acessíveis à população”, disse o deputado.

Região de Tangará da Serra e Juína serão beneficiadas

Em plenário, o autor da emenda comemorou a aprovação pela CCJR. “As duas emendas que foram aprovados na CCJR, será também aprovado no parlamento, porque é uma emenda que vai salvar vidas. Eu e o deputado João estamos contribuindo para a concretização de um sonho dos moradores dessas duas regiões que até então é descoberta de assistência hospitalar estadual tanto de Tangará como de Juína, regiões distantes com muita dificuldade de acessibilidade no que tange a referencia e que com certeza a partir do ano que vem até pela vontade do governador Estado de Mato Grosso em ter três unidades hospitalar. A nossa região ela será contemplada com duas unidades hospitalares”, finalizou Araújo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here