Home Destaque Em virada surpreendente, Emanuel se reelege em Cuiabá
fullinterna_3
fullhome_1

Em virada surpreendente, Emanuel se reelege em Cuiabá


| Fonte: Da Redação NMT
O atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), conseguiu reverter uma vantagem de oito pontos percentuais e se reelegeu
Emedebista, desgastado pelo vídeo do paletó e outros fatos, conseguiu ganhar as ruas e virar uma vantagem de oito pontos percentuais de Abílio Jr. Foto - Reprodução

O atual prefeito, Emanuel Pinheiro (MDB), conseguiu reverter uma vantagem de oito pontos percentuais e se reelegeu, neste domingo (29), em Cuiabá.

O gestor, ainda desgastado pelo vídeo divulgado pelo Jornal Nacional, onde enchia os bolsos do paletó de dinheiro, cresceu assustadoramente nos últimos dias.

Segundo turno efetivo 

Emanuel, que no primeiro turno conseguiu pouco mais de 82 mil votos, acabou fechando as votações do segundo com mais de 135 mil votos.

O segundo colocado, o atual vereador Abílio Júnior (PODE), que usou muito bem o desgaste de Pinheiro para ganhar evidência, não “disparou” como se imaginava.

Virada na hora certa

Pinheiro foi apontado com 40% das intenções de voto na primeira pesquisa IBOPE para o segundo turno, em 23 de novembro, enquanto Abílio figurou com 48%.

Quatro dias após e na véspera da votação, o mesmo instituto cravou 50% para cada concorrente, anunciando uma votação emocionante.

Números finais

O ex-vereador e ex-deputado estadual acabou, por fim, com mais mais de 51% da preferência nas urnas e uma frente de mais de seis mil votos em relação ao oponente.

Abílio, por sua vez, passou de uma votação na casa dos 90 mil, em 15 de novembro, para pouco mais de 129 mil votos e acabou não agregando a força de novos aliados.

Não “colou”

Os mais de 52 mil votos de Gisela Simona (PROS), tampouco os 25 mil que conseguiu Roberto França (PATRIOTA), não somaram ao concorrente do PODEMOS.

Simona e França, aliás, anunciaram apoio público a Abílio, que também conseguiu ter ao seu lado o atual governador, Mauro Mendes (DEM).

Outro forte apoiador de Abílio, este desde o primeiro turno, foi o correligionário e deputado federal, José Medeiros (PODE).

Vitória na base

O emedebista, contudo, ganhou as ruas e formou a chamada “onda” em seu favor, transformando a aprovação da sua gestão em votos.

Mesmo na segunda colocação no primeiro turno, a aprovação do seu trabalho na chefia do Executivo Municipal da capital sempre esteve próxima de 80%.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here