Home Destaque Falta de diálogo agravou crise e provocou fechamento de empresas do setor...
fullinterna_3
fullinterna_1
fullinterna_3

Falta de diálogo agravou crise e provocou fechamento de empresas do setor hoteleiro em Rondonópolis


| Fonte:
Falta de diálogo agravou crise e provocou fechamento de empresas do setor hoteleiro em Rondonópolis

É preciso um novo recomeço para o setor hoteleiro, assim a presidente do sindicato de hotéis e pousadas de Rondonópolis, Rejane Lopes da Silva definiu a situação atual do segmento em um encontro com o candidato a prefeito de Rondonópolis Thiago Muniz (DEM) e seu vice Ibrahim Zaher. Eles conversaram sobre os reflexos negativos que atingem os hotéis, motéis e pousadas desde o início da pandemia.

Na avaliação de Thiago Muniz, a condução de todo o processo de enfrentamento da crise foi equivocada por parte do executivo municipal. Para ele, a falta de diálogo com os setores atingidos agravou o problema, causando um impacto econômico e social enorme. “Nossa visão de desenvolvimento da cidade é bem diferente do prefeito atual. Temos que nos cercar de pessoas competentes e saber ouvir para tocar administração corretamente. É nos momentos de crise que os verdadeiros líderes se destacam. Infelizmente isso não ocorre aqui e muitas vidas estão sendo perdidas por conta da falta de gestão pública”, disse.

Soluções

Ibrahim também lamentou a condução adotada e disse que é preciso agilizar a busca por soluções para alavancar a economia. Ele citou como exemplo a possibilidade de reforçar investimentos em alguns setores que hoje recebem pouca atenção.” A cultura, o esporte e o turismo são três segmentos que, juntos, podem se tornar uma mola propulsora da economia. Com empenho e boa gestão os resultados podem vir rápidos e sem a necessidade de grandes recursos financeiros. É uma forma de melhorar a imagem da cidade e atrair visitantes que vão movimentar o comércio e a hotelaria, entre outros”, explicou.

Além disso, os candidatos também ressaltaram que a diversificação da nossa base econômica é necessária, para não deixar a cidade dependendo exclusivamente do agronegócio. “É arriscado ficar dependendo apenas de um setor. O papel da Prefeitura é criar oportunidades para que todos se desenvolvam”, destacou Thiago.

Desemprego no setor

De acordo com Rejane Lopes, desde o início da pandemia cerca 180 pessoas perderam seus empregos devido à baixa na ocupação da rede hoteleira em Rondonópolis e região. Além do reflexo social das famílias que ficaram desamparadas e sem renda, a presidente explica a dificuldade de dialogar com a prefeitura durante a sucessão de decretos.
“Foi com muito custo e várias tentativas que conseguimos uma reunião para tratar da nossa situação. Na época hotéis, motéis e as pousada estava todas fechadas e todo mundo ficou desesperado. Acho que esta visita do Thiago e do Ibrahim é um exemplo de como podemos fazer diferente, conversando e buscando juntos soluções para problemas que no final envolvem toda cidade”, disse Rejane Lopes.

O Sindicato dos Hotéis e pousadas de Rondonópolis e região, conta atualmente com 638 associados.

A coligação “Unir para Crescer” e composta pelos partidos MDB, PSB, PSC, PDT e Democratas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here