Home Destaque Rondonópolis deve registrar 43ºC em semana mais quente do ano
fullinterna_3
fullinterna_1
megafullx

Rondonópolis deve registrar 43ºC em semana mais quente do ano


Além disso não há expectativa de chuva em Rondonópolis e todo o estado de Mato Grosso pelo menos até o começo da primavera, no dia 22 de setembro. 

| Fonte: Gabriel Fagundes
Rondonópolis deve registrar 43ºC em semana mais quente do ano

Rondonópolis deve ter a semana mais quente do ano. Os termômetros podem marcar até 43ºC na sexta-feira (18). As últimas semanas foram marcadas por recordes de calor, Mato Grosso, por exemplo, foi a região mais quente do Brasil na última semana.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia – INMET, na próxima sexta-feira a temperatura máxima prevista para Rondonópolis é de 43ºC. Outro fator preocupante é a baixa umidade relativa do ar, que está prevista em 10%.

Veja aqui a previsão do tempo completa.

Para esta segunda-feira (14) a previsão é de mínima de 22ºC e máxima de 40ºC, conforme o INMET. O calor deve aumentar a partir da quinta-feira (17), quando a previsão é de 42ºC.

Por enquanto, não há expectativa de chuva em Rondonópolis e todo o estado de Mato Grosso pelo menos até o começo da primavera, no dia 22 de setembro.

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe) prorrogou o aviso de atenção emitido no fim de semana, para atenção às temperaturas elevadas que podem superar os 40°C na região centro-oeste, incluindo Mato Grosso.

Recorde

Cuiabá e Poxoréo disputaram ao longo da semana o posto de lugar mais quente do país, considerando-se todos locais de medição do INMET.

Em 16 de setembro de 2019, a temperatura máxima chegou aos 42,6°C na leitura oficial do termômetro feita às 21 horas (em Brasília) pelo Instituto Nacional de Meteorologia. Em Rondonópolis, por exemplo, um popular tirou a foto de um termômetro localizado na Lions Internacional, marcando 42ºC.

O recorde histórico considera todas as temperaturas, de todos os meses, de todos os anos, desde o início das medições.

Portanto, estamos diante da maior temperatura já registrada oficialmente em Cuiabá desde 1911.

Recomendação

Crianças e idosos são os que mais sofrem com a fumaça,calor e baixa umidade do ar, e os que mais procuram os serviços médicos.

Recomenda-se nestes casos beber bastante líquido, não realizar atividades físicas, evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia, usar hidratante para pele assim como umidificar o ambiente.

megafullhome_meio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here