Home Destaque 7° Comando Regional da PM de Tangará da Serra executa Patrulha Maria...
fullinterna_3
fullinterna_1
fullinterna_3

7° Comando Regional da PM de Tangará da Serra executa Patrulha Maria da Penha


| Fonte:
Tangará
Deputados visitam o 7° Comando Regional da Polícia Militar de Tangará da Serra

Os deputados estaduais Delegado Claudinei (PSL) e Dr. João de Matos (MDB) se reuniram com os comandantes e tenentes-coronéis Wendell Soares Sodré do 7° Comando Regional da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) e Vanilson da Silva Moraes do 19° Batalhão da instituição, em Tangará da Serra (MT), para conhecer os trabalhos desenvolvidos pela corporação. Também, marcou presença o tenente-coronel do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), Fábio Ricas.

Além de Tangará da Serra, o 7° Comando Regional atende também os municípios mato-grossenses de Porta Estrela, Sapezal, Brasnorte, Barra do Bugres, Campo Novo, Nova Olímpia e Denize. De acordo com Sodré, uma das atuações em destaque da polícia militar é a apreensão de entorpecentes. “Este ano, teve um aumento considerável de confrontos, a fiscalização aumentou o número de apreensão de drogas, os caras estão vindo com tudo”, explica o comandante.

Maria da Penha

Outra atividade em evidência pela PM é a Patrulha Maria da Penha que está em execução há menos de dois anos. “O que funciona muito bem hoje, ainda por ser uma exigência, foi a Patrulha Maria da Penha sob coordenação do tenente Marcelo. Fazemos as visitas com acompanhamento de assistente social e psicólogo. Às vezes, se depender da necessidade da vítima, vai alguém da prefeitura. Arrecadamos cestas básicas para ajudar as mulheres vítimas, dependendo do caso. Temos estrutura para atender, já Barra do Bruges e Campo Novo faltam efetivo. Já, Tangará está produzindo resultados impressionantes”, explica Wendell.

Na reunião, Delegado Claudinei reforçou a importância desta atividade para proteger as mulheres vítimas de violência doméstica. “Eu tive a oportunidade de também fazer parte da implantação da Patrulha de Atendimento à Vítima (PAV), em Rondonópolis, em 2016, que contava com o envolvimento das polícias militares e civis, do Conselho da Mulher e do psicólogo. Muitas vezes, a mulher fica com medo. O cara ameaça e ela se sente obrigada a voltar. Ela ter este amparo policial e assistencial é muito importante. Bom saber que este Comando Regional está tendo êxito na atuação”, ressalva o parlamentar.

Viaturas – O comandante Sodré comenta que a Regional conta com quatro viaturas do convênio da Estratégia Nacional de Segurança Pública na Fronteira (Enafron) firmado, em 2012, juntamente com os governos de Mato Grosso e Federal. “Na verdade, não usamos mais para atividade por falta de manutenção. Temos uma em Porta Estrela, uma aqui e duas em Brasnorte. Chegamos a conseguir parcerias para arrumar elas. Se vierem viaturas novas é melhor. Tem viatura nossa que roda até cinco mil km por semana”, explica.

Estrutura – Em relação aos prédios ocupados pela polícia militar, Sodré diz que a estrutura da Tangará da Serra e Sapezal (prédio cedido pela prefeitura municipal) possuem uma estrutura adequada, mas precisa de algumas melhorias quanto as questões materiais. “A força tática construímos agora no Comando Regional. Este pavilhão não tem equipamentos, os computadores e as mesas são velhos, temos uma cela e estamos tentando construir um auditório”, pontua.

Em relação aos municípios de Barra do Bugres e Denize, os imóveis não estão apropriados para atender o trabalho dos policiais militares, explica o comandante regional. Ele destaca que em Barra já está em andamento um projeto para a construção de uma unidade com ajuda do Conselho de Segurança Comunitária (Conseg). Já, em Nova Olímpia, ele conta que já acertou com o prefeito que vai ajudar a demolir o prédio atual e construir um outro, no mesmo terreno.

Para concluir, Sodré ressalva que em Campo Novo já firmou um acordo com o prefeito que retomou a área da Associação do Banco do Brasil (ABB). “Eles requisitaram e cederam para a PM. Já destinaram R$ 30 mil para fazer uma reforma rápida no prédio locado, pois está com uma verba de cerca de 450 mil para poder construir um quartel novo”, detalha.

Equipamentos – O comandante regional disse que há poucas viaturas, sendo que possuem somente seis camionetes para atender a região. Também, precisam aumentar o número de fuzis.

Todas as demandas apresentadas pela PM serão encaminhadas à Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp) para as devidas providências. Os parlamentares Delegado Claudinei e Dr. João compõe respectivamente os cargos de presidente e membro suplente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

megafullhome_meio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here