Home Destaque Deputados identificam falta de viaturas para atender a Delegacia Regional da PJC...
fullinterna_3
fullinterna_1
fullinterna_3

Deputados identificam falta de viaturas para atender a Delegacia Regional da PJC de Tangará da Serra


| Fonte:
viaturas
Delegada da DEDM conta que falta assistente social e psicólogo para atender vítimas

Os deputados estaduais Delegado Claudinei (PSL) e Dr. João de Matos (MDB), que compõe respectivamente os cargos de presidente e membro suplente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), estiveram na Delegacia Regional da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC) para conhecer o desenvolvimento dos trabalhos e principais necessidades da instituição. O delegado regional titular, Alexandre Morais Franco, foi o responsável no fornecimento das informações.

Uma das principais dificuldades apontadas por Franco na execução dos trabalhos da polícia civil é a falta de viaturas para atender a região de fronteira, sendo que há 10 veículos e, deste total, seis estão paradas por falta de manutenção e por serem antigas. Outro aspecto é a carência de delegados de polícia para atender os municípios de Brasnorte e Nova Olímpia que pertencem à regional.

Fronteira

Alexandre acrescenta que a maioria dos veículos usados são do convênio da Estratégia Nacional de Segurança Pública na Fronteira (Enafron) firmado, em 2012, juntamente com os governos de Mato Grosso e Federal. “O maior problema que temos aqui, é a falta de viaturas. Como um todo, de Barra do Bugres até Brasnorte a maioria dos veículos são deste convênio, de forma que elas têm cerca de oito anos de uso e não tem manutenção do Estado, onde já chegamos a fazer com recursos próprios”, comenta.

Delegado Claudinei aproveitou e informou ao delegado regional que no final do de agosto, formalizou com o delegado geral da PJC-MT, Mário Dermeval Aravechia, sobre o processo de aquisição de seis veículos 4×4 do Plano de Aquisições de 2020 da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). “Deputado Claudinei, como delegado de polícia, veio dar a notícia, que está em andamento, algumas viaturas que serão destinadas para região de fronteira que vão amenizar este problema que deve e precisa ser resolvido pelo governo do Estado”, expõe Alexandre.

Delegacias

Na oportunidade, o delegado Franco conduziu os parlamentares para conhecerem as estruturas do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), das Delegacias Especializadas de Roubos e Furtos (Derf) e de Defesa da Mulher (DEDM).

Durante a visita à DEDM, os deputados ficaram impressionados de ver que a instituição não conta com profissionais das áreas de psicologia e assistente social para atender mulheres vítimas de violência doméstica, crianças e adolescentes que sofreram algum tipo de crime contra elas. “Não tem nenhum destes profissionais. Nunca vi uma delegacia da mulher não ter. É preciso investigar os casos”, explica a delegada Liliane Soares Diogo da DEDM.

Todas as demandas apresentadas aos parlamentares serão encaminhadas para o governo de Mato Grosso e, assim, tomarem as devidas providências. Também, marcaram presença no encontro os delegados de polícia Adil Pinheiro de Paula que é titular das delegacias de Tangará da Serra e Nova Olímpia e Edmar Faria Filho – sendo o coordenador do Cisc e titular da Derf de Tangará da Serra.

A Delegacia Regional de Tangará da Serra faz parte do polo regional da Região Integrada da Segurança Pública (Risp) de Mato Grosso, sendo que atende os municípios de Barra do Bugres, Nova Olímpia, Campo Novo dos Parecis, Sapezal e Brasnorte.

 

Delegada da DEDM conta que falta assistente social e psicólogo para atender vítimas
megafullhome_meio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here